Publicidade
Botão de Assistente virtual
Opinião Opinião

Já abriu seus pacotes hoje?!

Por Débora de Oliveira
Publicado em: 18.12.2021 às 03:00

Vem essa época do ano e todo mundo começa a pensar nas compras de Natal, na mesa enfeitada, na casa decorada, nos amigos confraternizando, nas delícias que compõem as tradições da data.

Esse ano fizemos um amigo secreto sem presentes, minhas primas, minhas amigas e eu. Colhemos um galho seco que foi nossa árvore. Cada uma ganhou uma bolinha de presente para enfeitá-lo, e o sorteio serviu apenas para uma ir chamando a outra até o centro da roda e pendurar sua bolinha, como símbolo de agradecimento por algo bom que tinha acontecido no ano. Nenhuma ganhou nada material, mas compartilhamos os melhores sentimentos de acolhimento e emoção que só uma troca do que realmente importa permite: a certeza de que estamos juntas para viver o que passamos de mais difícil e o que tínhamos a brindar como lembrança de alegria.

A vida nos dá presentes todos os dias, a gente precisa abrir os pacotes. Certamente no teu ano algo de bom aconteceu. Mesmo que tenha sido mais um ciclo desafiador, de resiliência, recomeços, duras lutas, e bravura para seguir em frente... No meio do caminho algo te fortaleceu, algo te mostrou um bom motivo para sorrir, te fez lembrar o quanto tu és resistente às adversidades, e como conseguiu superar até os dias mais complicados. Ou seja: pode ir lá pendurar a bolinha de agradecimento no pinheiro.

Um dia li do papa Francisco que se cada sorriso, palavra, gesto ou favor que colocássemos amor, independentemente do dia do ano, certamente renasceríamos nosso olhar para o mundo, seríamos participantes efetivos da certeza de que ninguém mais se sentiria só e abandonado, e aí sim seria Natal todos os dias. Ou, como disse Madre Tereza de Calcutá, "É Natal sempre que sorrires ao teu irmão e ofereceres a tua mão."

De nada adianta vivermos as tradições natalinas com tudo que o comércio nos oferece de mais atrativo, se não focarmos no maior dos motivos que a data nos remete: o aniversariante. O nascer de uma vida que simboliza a união das famílias e da humanidade como o momento de reflexão e de desejos dos melhores sentimentos. Além, claro, de nascermos e renascermos para um novo ciclo das nossas vidas também. Compreendendo nossas fragilidades, renovando nossas virtudes, nos perdoando pelo que fracassamos, refletindo sobre as lições que aprendemos e nos solidarizando com nossas necessidades de mudança. Porque aquele Feliz Natal de muita paz que a gente deseja aos outros deve começar sendo dito a nós mesmos.

Entramos na reta final do ano, mas precisamos nos fortalecer para um novo começo. E a árvore da nossa vida só vai seguir piscando luzes de belas lembranças se estivermos cientes de que somos merecedores de cada enfeite que nela brilha. Que assim sejamos!!


O artigo publicado neste espaço é opinião pessoal e de inteira responsabilidade de seu autor. Por razões de clareza ou espaço poderão ser publicados resumidamente. Artigos podem ser enviados para opiniao@gruposinos.com.br
Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.