Publicidade
Botão de Assistente virtual
Notícias | Rio Grande do Sul ALERTA

Mais dois casos de hepatite desconhecida estão em investigação no RS

Com as novas notificações, número de casos suspeitos da doença no Estado sobe para cinco

Por Redação
Publicado em: 19.05.2022 às 16:58 Última atualização: 19.05.2022 às 17:40

Foram notificados mais dois casos de hepatite aguda de origem desconhecida no Rio Grande do Sul. A informação foi divulgada pelo Ministério da Saúde. Com isso, o Estado agora tem cinco casos da doença em investigação.

Fachada do Ministério da Saúde na Esplanada dos Ministérios
Fachada do Ministério da Saúde na Esplanada dos Ministérios Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil
Até esta segunda-feira (16), outros três casos já estavam sendo monitorados, conforme a Secretaria Estadual de Saúde (SES).

No total, o País tem 58 notificações de casos suspeitos da doença. Dessas, 11 já foram descartados e 47 ainda estão sob investigação. O órgão destaca que, até o momento, nenhum caso foi confirmado.

Os casos ainda em análise estão divididos entre São Paulo (14), Minas Gerais (8), Rio Grande do Sul (5), Rio de Janeiro (4), Pernambuco (4), Mato Grosso do Sul (3), Santa Catarina (3), Paraná (2), Espírito Santo (2), Maranhão (1) e Goiás (1).

Os já descartados são de Santa Catarina (2), Rio de Janeiro (2), Mato Grosso do Sul (2), Minas Gerais (1), São Paulo (1), Pernambuco (1), Paraná (1), e Goiás (1).

Hepatite misteriosa

A hepatite misteriosa vem atingindo as crianças e gerando quadros graves. A doença, que já tem casos suspeitos em países como Reino Unido, Argentina, Panamá - além do Brasil -, tem gerado preocupação principalmente pois sua causa ainda é desconhecida.

De acordo com a Organização Pan-Americana da Saúde (Opas), a hepatite aguda apresenta diferentes sintomas, como: coloração amarelada da pele e dos olhos (icterícia), febre e dores musculares, diarreia ou vômito. 

A recomendação da OMS e Opas é para que os países monitorem potenciais casos e mantenham as informações atualizadas sobre a situação com elementos epidemiológicos e fatores de risco.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.