Publicidade
Notícias | Rio Grande do Sul CONTRABANDO

Homem é preso com carga milionária de mercadorias estrangeiras em Pinheiro Machado

Somadas, a carreta e as cargas são avaliadas em quase R$ 2 milhões. Conforme a PRF, o motorista que foi preso na ação desta quinta-feira (17) já havia sido flagrado em março deste ano transportando mercadorias ilícitas

Por Ubiratan Junior
Publicado em: 17.06.2021 às 16:49


Somadas, a carreta e cargas apreendidas são avaliadas em cerca de R$ 2 milhões Foto: Divulgação PRF
Na tarde desta quinta-feira (17), a Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu uma carreta carregada com grande quantidade de eletrônicos e roupas importadas ilegalmente, em Pinheiro Machado, na Região da Campanha, no Sul do Estado. Somadas, a carreta e as cargas são avaliadas em quase R$ 2 milhões. O condutor do veículo, um homem de 58 anos, natural de Hulha Negra, foi preso em flagrante , por suspeita de contrabando.

Após denuncia de que uma carreta Scania azul estava deixando a fronteira em direção a região metropolitana de Porto Alegre pela BR-293, policiais rodoviários federais realizaram buscas na região e localizaram o veiculo.

A perseguição que iniciou na rodovia federal entende-se pelo interior do município. Segundo a PRF, o homem desobedeceu as ordens de parada dos policiais, ingressou em uma estrada de terra e fugiu por mais de dez quilômetros em alta velocidade antes de ser abordado.

Ao vistoriar o compartimento de carga do veículo, os agentes da Polícia encontraram grande quantidade de pecas de vestuário, acessórios para videogames, decodificados de TVs e outros produtos de origem estrangeira que foram trazidos ilegalmente para o Brasil.

O motorista já havia sido flagrado pela PRF em março deste ano conduzindo um caminhão com mercadorias ilícitas. Na ação de hoje, ele foi preso e conduzido à Polícia Judiciária em Bagé.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.