Publicidade
Botão de Assistente virtual
Notícias | Região OPERAÇÃO CARITAS

Quem é Jackson Müller, secretário preso no caso que investiga esquema de corrupção em Canela

Suspeito detido na Operação Caritas é considerado referência em assuntos ambientais e tem diversas passagens por cargos da área em secretarias municipais

Por João Ávila
Publicado em: 19.05.2022 às 11:48 Última atualização: 19.05.2022 às 12:27

O biólogo e bioquímico Jackson Müller, graduado pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, é natural de Novo Hamburgo, onde reside e construiu sua carreira profissional. Foi professor de quadro da Prefeitura e chegou à Secretaria do Meio Ambiente na gestão do então prefeito José Aírton dos Santos, entre 1997 e 2004. Em 2006, após a maior mortandade de peixes do Estado, no Rio dos Sinos, foi nomeado pela justiça interventor da Utresa, de Estância Velha, apontada como responsável pelo vazamento de chorume que provocou a tragédia ambiental.

Jackson Müller
Jackson Müller Foto: Arquivo pessoal
Ao longo dos anos, assumiu como professor-adjunto da Unisinos, foi diretor técnico da Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam), diretor técnico e diretor presidente da Fundação Municipal do Meio Ambiente de Gravataí e, por último, secretário em Canela.

Jackson é um profundo conhecedor do Rio dos Sinos e suas fragilidades. Constantemente monitora as barragens de São Francisco de Paula (Da Divisa, Do Blang e Do Salto), as quais considera a "caixa d'água" do Sinos pois, por meio da Usina dos Bugres, em São Chico, a água é desviada para a bacia do Sinos e ajuda a manter um fluxo de água nas épocas de estiagem.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.