Publicidade
Botão de Assistente virtual
Notícias | Região SERRA GAÚCHA

Polícia investiga corrupção em contratos públicos que somam quase 8 milhões em Canela

Mais de 180 medidas judiciais estão sendo cumpridas em 15 cidades gaúchas, e também em Florianópolis (SC) e Goiânia (GO)

Por Redação
Publicado em: 19.05.2022 às 08:53 Última atualização: 19.05.2022 às 09:16

Mais de 180 medidas judiciais estão sendo cumpridas na manhã desta quinta-feira (19) em 15 cidades gaúchas, e também em Florianópolis (SC) e Goiânia (GO). A ação da Polícia Civil faz parte da Operação Caritas que investiga corrupção em parte do poder público de Canela, na Serra.

Polícia investiga corrupção em contratos públicos que somam quase 8 milhões em Canela
Polícia investiga corrupção em contratos públicos que somam quase 8 milhões em Canela Foto: Polícia Civil
Contratos públicos que somam quase 8 milhões de reais estão sob investigação. Os crimes ocorreram no âmbito da Secretaria Municipal do Meio Ambiente do município. Conforme a Polícia, estão sendo apuradas denúncias de que empresas pertencentes ou ligadas a servidores públicos (CCs) e seus sócios seriam indicadas a empresários que buscavam licenciar grandes empreendimentos na cidade.

De acordo com a Polícia, caso a pessoa que recebesse a indicação não contratasse a empresa ligada aos servidores, ela não obtinha a licença ambiental pretendida. Ainda, estão sob suspeitas contratos firmados pela Prefeitura Municipal de Canela com empresas ligadas aos servidores, com dispensa de licitação.

Polícia investiga corrupção em contratos públicos que somam quase 8 milhões em Canela
Polícia investiga corrupção em contratos públicos que somam quase 8 milhões em Canela Foto: Polícia Civil

Ao todo, 27 pessoas são alvo das medidas, sendo 18 pessoas físicas e 9 pessoas jurídicas. Entre elas, foram cumpridas ao menos uma prisão preventiva, 2 afastamentos cautelares de servidores públicos pelo prazo de 120 dias e sem remuneração, 4 afastamentos cautelares de servidores públicos por 60 dias sem remuneração, 40 mandados de busca e apreensão, 111 quebras de sigilo, 7 apreensões de veículos e uma restrição de venda a imóvel.

As ações ocorrem nas cidades de Canela, Gramado, Taquara, Igrejinha, Novo Hamburgo, Porto Alegre, Guaíba, Capela de Santana, Portão, Canoas, Estância Velha, Tupandi, Bom Princípio, Vale Real, Santa Maria, Florianópolis e Goiânia.

A Polícia Civil de Canela não divulgou os nomes dos investigados.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.