Publicidade
Botão de Assistente virtual
Notícias | Região FALTA D'ÁGUA

Estiagem impacta na colheita tardia da melancia na região

Produtores fizeram dois plantios, com períodos diferentes de semeadura, e observam desenvolvimento diferente nas frutas

Por Débora Ertel
Publicado em: 10.01.2022 às 05:00 Última atualização: 10.01.2022 às 11:16

Além da venda à beira da estrada, pelo menos duas cidades da região, Parobé e Taquara, promovem feiras para comercializar a melancia. A colheita começou em dezembro e deve seguir até fevereiro. Ao contrário das roças de milho, que foram castigadas pela estiagem e as perdas já chegam em 30% em algumas regiões, a melancia ainda tem conseguido escapar. Isso porque muitos produtores fizeram dois plantios, com períodos diferentes de semeadura.

Möller celebra boa colheita graças ao uso de irrigação
Möller celebra boa colheita graças ao uso de irrigação Foto: Débora Ertel/GES-Especial

Sendo assim, as frutas plantadas primeiro estão saborosas e bem desenvolvidas, já sendo vendidas aos consumidores. Já a lavoura do plantio tardio não tem apresentado bom desenvolvimento pela falta de chuva, com frutas pequenas.

Expectativa no céu

A esperança está na chuva que caiu na semana passada, como explica a produtora Maria Inês da Silveira, 61 anos. Ela planta na localidade de Morro do Meio, em Taquara. "A gente já teve uns 30% de perda. A chuva deixou a roça verdinha. Vamos ver se a outra melancia se desenvolve bem", comenta. Segundo ela, no próximo ano a família deve investir em irrigação para não sofrer com a estiagem.

Com quatro hectares cultivados em Entrepelado, também em Taquara, Joel Rodrigo Möller, 27, tem tido uma colheita excelente. "Eu não posso me queixar. Tem sido um dos melhores anos", conta, explicando que os bons resultados são fruto da lavoura irrigada. Apesar disso, a colheita mais tardia também sofre com a seca, com baraços queimados e frutas menos desenvolvidas. "Ainda bem que a primeira colheita deve compensar essas perdas", estima.

Flávia Cruz, 56, da localidade de Santa Bárbara, conta que a roça de melancia, apesar de ter conseguido uma colheita satisfatória, sofreu bastante. No entanto, o milho é a cultura que ficou mais prejudicada, sendo transformada em silagem para evitar perdas maiores. 

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.