Publicidade
Botão de Assistente virtual
Notícias | Região SEGURANÇA PÚBLICA

Latrocínios caem no RS; único caso registrado em novembro foi em Sapiranga

Estado teve redução de 83,3% nos latrocínios no último mês na comparação com o mesmo período de 2020

Publicado em: 13.12.2021 às 15:48 Última atualização: 13.12.2021 às 16:54

O Rio Grande do Sul teve queda no número de latrocínios (roubo seguido de morte) em novembro de 2021, na comparação com o mesmo período do ano passado. Os indicadores de criminalidade foram divulgados nesta segunda-feira (13) pela Secretaria de Segurança Pública do Estado.

Conforme os dados apresentados, a redução foi de 83,3%, passando de seis casos para um. Na comparação com o recorde marcado em 2006, quando 17 pessoas perderam a vida em assaltos, a marca representa uma retração de 94,1%.

Único latrocínio registrado em novembro no Estado foi em Sapiranga
Único latrocínio registrado em novembro no Estado foi em Sapiranga Foto: Divulgação
O único roubo com morte registrado no último mês ocorreu no dia 23 no município de Sapiranga. Um homem que havia recebido uma quantia em dinheiro de um sindicato profissional foi encontrado caído em via pública, sem os valores e com sinais de agressões na cabeça. Ele chegou a ser levado pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) até o Hospital de Sapiranga e, depois, transferido para o Hospital de Pronto Socorro de Canoas, mas não resistiu aos ferimentos.

Número de ataques a banco sobe 

A única ocorrência de roubo contra agências bancárias foi registrada em Novo Hamburgo. O crime foi praticado no dia 3 de novembro, quando um suspeito foi preso em flagrante pela Brigada Militar enquanto saía do local. Com ele, foram apreendidas duas armas de fogo, uma delas subtraída de um vigilante do estabelecimento.

Somados ao único roubo registrado, quatro furtos fizeram passar de um para cinco o total de ataques a bancos em novembro de 2021, na comparação com o mesmo mês do ano anterior. São considerados furtos os crimes que não envolvem vítimas ou emprego de violência, como arrombamento de caixas eletrônicos ou subtração de objetos do interior de agências.

Feminicídios aumentam em um caso

O número de feminícidios no Estado subiu em um caso no mês de novembro. Foram sete vítimas no período em 2021, e seis no mesmo mês do ano passado. No resultado acumulado de janeiro a novembro, o número de feminicídios também registrou alta: de 73 vítimas no ano passado para 90 neste ano (+23%).

Entre as sete mulheres assassinadas por motivo de gênero em novembro, apenas uma tinha registro de ocorrência anterior contra o agressor. O dado reforça a urgência de conscientização social para que as denúncias de abuso e violência doméstica sejam comunicadas às autoridades aos primeiros sinais.

Homicídios caem 4,1%
O Estado teve menos mortes por homicídio em novembro na comparação com o mesmo mês de 2020. A queda foi de 4,1%, passando de 122 para 117 vítimas. O total é o menor desde 2006.

Roubos de veículos sobem

O indicador de roubo de veículos encerrou novembro 7,7% acima do registrado no mesmo mês de 2020. Foram 406 ocorrências contra 377 no ano passado. Em comparação com o pico de 1.546 casos, no ano de 2015, a marca de novembro representa retração de 73,7%.

Roubos a transporte coletivo caem

No indicador que considera os delitos contra passageiros e motoristas de ônibus e lotações, o Estado teve 76 casos em novembro - quatro a menos que os 80 do mesmo mês em 2020. Desde janeiro, houve 1.080 ocorrências, o que representa queda de 15,3% contra as 1.275 do primeiro ao penúltimo mês do ano passado.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.