Publicidade
Botão de Assistente virtual
Notícias | Região LITORAL NORTE

Mar agitado dificulta retirada de carro atolado na beira do mar, em Capão da Canoa

Equipe da prefeitura esteve no local na manhã de domingo com uma retroescavadeira, mas maré não conseguiu remover o veículo por causa da maré alta

Publicado em: 17.10.2021 às 15:21 Última atualização: 17.10.2021 às 15:54

As condições marítimas de Capão de Canoa dificultaram a retirada do carro atolado na orla da praia. Na manhã deste domingo (17), equipes das secretarias de Obras e Turismo estiveram próximo ao “Quiosque Vavazão”, onde o veículo foi encontrado, para fazer a retirada, mas não conseguiu fazer a remoção por causa da ressaca do mar.

Maré alta dificulta a retirada de carro atolado na beira do mar, em Capão da Canoa
Maré alta dificulta a retirada de carro atolado na beira do mar, em Capão da Canoa Foto: Prefeitura de Capão da Canoa
Segundo o titular da Secretaria de Turismo e Desenvolvimento Econômico, Itamar Trombetta, com o mar agitado não é possível retirar o carro e as equipes da prefeitura aguardam uma melhora nas condições do mar para fazer o serviço. “Seria muito imprudente colocar uma retroescavadeira ali, é uma máquina muito pesada, correndo o risco de também perder a máquina. A maré tem que baixar, o mar recuar, e assim que isso ocorrer, segundo as previsões do tempo, o mais tardar na terça-feira, estaremos fazendo a remoção deste veículo”, explica o secretário.

O Mercedes-Benz Classe A 160 foi encontrado na beira da praia na manhã de sábado (16). A Polícia chegou ao proprietário, Luiz Carlos Medeiros, de 71 anos, através da placa do veículo, que teria sido furtado na quarta-feira (13).

Conforme relato da filha do casal, Tatiane Medeiros, os pais têm um terreno com duas residências em Torres. O casal de idosos passa a maior parte do tempo no Litoral Norte, e costuma alugar a casa dos fundos no verão. Tatiane conta que no domingo (10), os pais foram procurados por um casal interessado em locar a casa por alguns dias.

Para Tatiane os pais foram vítimas de um golpe. O casal de inquilinos teria pagado a primeira diária e na quarta-feira o homem teria dito que o chip do cartão estava estragado e o pneu do seu carro havia furado. Então pediu para Medeiros o levar até o centro da cidade e o emprestasse R$ 2 mil, fazendo menção que estava armado.

Na volta para a casa o homem teria pedido o veículo do casal de idosos emprestado. Segundo Tatiane, os inquilinos foram embora com o dinheiro e o carro, sem dar notícias depois. O caso é investigado pela Polícia Civil. 

 

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.