Publicidade

Apenado e comparsa são presos em Novo Hamburgo após assalto em São Leopoldo

Surpreendidos pela Brigada Militar, um estava em prisão domiciliar e o outro em liberdade provisória

Reportagem: Silvio Milani

Um estava em prisão domiciliar. O outro em liberdade provisória. E os dois assaltando sem parar. Amigos veteranos do crime, de 49 e 52 anos, foram presos na manhã desta quinta-feira (20) em Novo Hamburgo após roubo de carga de cigarros em São Leopoldo. A Brigada Militar recuperou a mercadoria e apreendeu um carro furtado. Os nomes não são informados por causa da Lei de Abuso de Autoridade.

Durante entregas da empresa Souza Cruz, por volta das 8h30, o motorista foi atacado por dois homens armados na Rua João Klauck, no bairro Duque de Caxias. Rapidamente, os assaltantes passaram a carga para uma Fiorino branca. Cerca de 15 minutos depois, com o alerta na rede, uma equipe das Rondas Ostensivas com Apoio de Motocicleta (Rocam) avistou o veículo suspeito já em Novo Hamburgo e foi atrás.

Dupla foi capturada na manhã desta quinta-feira no bairro Santo Afonso Foto:

Fugiram a pé no bairro Santo Afonso

Os suspeitos abandonaram a Fiorino na Rua La Paz, bairro Santo Afonso, e fugiram a pé. Mas logo foram alcançados e algemados pelos brigadianos. No furgão, estavam as 35 caixas de cigarro, com 1.750 maços, e isqueiros nas embalagens. Também havia um bloqueador de sinal de GPS, aparelho usado para impedir o monitoramento de veículos roubados.

 

A Fiorino branca do crime

A Brigada já tinha informação de que uma Fiorino branca vinha sendo usada em roubos a cargas no Vale do Sinos, como o da semana passada em Sapucaia do Sul. E também a suspeita de que a garagem dela seria em Novo Hamburgo.

Por isso, logo após a informação do novo assalto, concentrou atenções no bairro Santo Afonso. O veículo tinha sido furtado no dia 15 do mês passado em Porto Alegre e circulava com placas clonadas.

 

Especialistas em atacar motoristas

Hamburguense do bairro Santo Afonso, o condenado de 49 anos foi para prisão domiciliar em 8 de outubro do ano passado. É possível que estivesse guardando a Fiorino na própria casa.

Ele e o comparsa de 52 anos, que ganhou liberdade provisória em 17 de junho de 2020, são especialistas em assaltar motoristas. Nas extensas fichas criminais, também há sequestro, porte ilegal de arma e receptação, entre outros.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Publicidade
Matérias especiais
Maio Laranja

Em Taquara, Lar Padilha realiza atividade de conscientização contra o abuso infantil

Região
Comunidade

Aspeur e Feevale inauguram clínicas de Odontologia e ampliam serviços à comunidade

Informe Publicitário
Porto Alegre
premium

Cem anos do Piratini: o palácio que é palco e testemunha da história

Rio Grande do Sul
Flagrante

Ex-jogador profissional de futebol é preso por tráfico em Novo Hamburgo

Região