Publicidade
Notícias | Região Turismo

Movimento do feriadão é aposta para retomada da economia na Região das Hortênsias

Com feriado de Corpus Christi e Dia dos Namorados, Sindtur espera alcançar 80% da capacidade máxima permitida por decreto; restaurantes apostam em cardápios diferenciados para atrair o público até domingo

Por Laura Gallas e Mônica Pereira
Última atualização: 12.06.2020 às 12:02

Alívio. Essa é uma das palavras mais mencionadas pelos setores hoteleiro, gastronômico e comércio da região. A expectativa para o feriadão de Corpus Christi, unido ao Dia dos Namorados, é a aposta para a retomada econômica na Serra Gaúcha. Além disso, a combinação com o frio reforça ainda mais essa esperança. A previsão é de que no sábado os termômetros marquem mínimas de 2ºC.

Conforme o Sindtur Serra Gaúcha, o setor hoteleiro vem trabalhando forte para que a capacidade permitida pelo decreto municipal, de 70% de ocupação, seja utilizada. "Feriado será uma marco para a retomada. Vamos ter um bom movimento na região, vai dar um ânimo novo para todos os setores", aposta Mauro Salles, presidente da entidade patronal.

O sindicato adianta que os empreendimentos devem trabalhar com aproximadamente 80% da ocupação máxima permitida em decreto municipal, desde a última quinta até domingo. "Não temos como ter certeza, o cenário é totalmente novo, difícil de fazer previsão, mas acreditamos que deva ter entre 70% e 80% de ocupação dos leitos que estão disponíveis. A expectativa é de que o movimento cresça no sábado e no domingo, ai dá alívio para todo mundo", destaca.

Com a presença de temperaturas mais baixas, o último final de semana já foi comemorado pelo setor. Salles revela que vários hoteleiros comentaram vender até o limite dos 70% de ocupação.

Ocupação em maio

Alguns estabelecimentos do ramo retornaram em maio, cerca de 35%. Neste mês de junho é possível que toda a categoria retorne às atividades. Para este final de semana, Salles aponta que 70% dos hotéis e pousadas devem reabrir. "Para os que estavam funcionando vai ser mais um alívio, e para os que reabriram, o feriadão será um ânimo para um recomeço um pouco mais animador", acredita o empresário. O presidente do Sindtur destaca, ainda, que a média da ocupação hoteleira foi positiva em maio, dentro de 16%. Por isso, a aposta no mês de junho. "Deve ser um pouco melhor, feriadão, frio. Mês com bastante procura normalmente", projeta Salles.

Preços atrativos

De acordo com Mauro Salles, as opções de preços de hospedagem até o final do ano são boas. Ele frisa, inclusive, que essa é uma grande oportunidade para o visitante aproveitar a cidade e seus atrativos. "Mesmo para o turista de perto eu diria que é o momento ideal para vir, porque normalmente essa época do ano é um pouco mais cara, mais lotada, devido ao apelo que a região possui. E este ano é uma oportunidade de viajar com preços mais vantajosos e fazer mais coisas com menos", opina.

Para este feriadão, o Hotel Sesc em Gramado está com reserva para 68 apartamentos, isso configura a lotação permitida de 70%, conforme decreto municipal. Operando desde maio, a unidade disponibiliza a opção de meia pensão para o hóspede. "Trabalhamos com pensão completa, mas neste período de pandemia, até para evitar desperdício, essa foi a conduta adotada", explica o gerente do hotel, Gabriel Schüler. Além disso, a rede está aplicando preços atrativos para este período de retomada do turismo, inclusive, com parcelamento de até 12 vezes. "Estamos felizes com essa estimativa da movimentação. Gradualmente tudo está melhorando e não podemos esquecer dos cuidados com a saúde", reforça Schüler.

Passeio seguro peloCentro de Gramado

Margarete Susin Donadel e o marido Ilomar Donadel Foto: Mônica Pereira/GES ESPECIAL
Margarete Susin Donadel, 63 anos, e o marido Ilomar Donadel, 60 anos, vieram curtir um dia de passeio, em Gramado, nesta semana. Os gaúchos moram há 21 anos em Fortaleza, no Ceará, e, como têm família em Caxias do Sul, optaram por voltar ao Rio Grande do Sul, por algum tempo, por causa da pandemia. "A gente está se cuidando bastante, mas saímos de casa para fazer um passeio e deixar um pouco o isolamento", conta Margarete. "Percebemos que não tem aglomeração e parece estar tudo bem na cidade. Sabemos que o pessoal daqui é bem consciente. Notamos que as mesas nos restaurantes estão bem espaçadas e estamos nos sentindo seguros", destaca Ilomar, afirmando que o casal está tomando todas as medidas de precaução utilizando álcool em gel e máscaras. "Infelizmente, não vamos passar o Dia dos Namorados aqui, mas a gente ama vir para cá. Costumamos passar o dia, almoçar, fazer umas compras e curtir esta cidade linda", diz a empresária do ramo alimentício.

 

Cuidado com a higienização é prioridade

O presidente do Sindicato frisa que os cuidados com a saúde de todos são imprescindíveis. Desde o início da hospedagem estabelecimentos estão medindo temperatura, solicitando o uso de máscara e priorizando o distanciamento. "A instituição está sendo muito criteriosa, solicitando o cuidado rigoroso na limpeza, buscando a máxima proteção possível para este momento, não é a toa que nossa região está controlada na disseminação do vírus. Reforço que este é um momento bom para nos visitar, o turista pode confiar", afirma Salles.

"Salvador do mês", diz presidente da Abrasel

Centro de Gramado, como Rua Coberta, durante a semana tem baixo movimento Foto: Mônica Pereira/GES ESPECIAL
Para o presidente da Abrasel Hortênsias, Felipe Andreis, toda a categoria está vendo como o final de semana "salvador do mês". "Entendemos que, de qualquer maneira, a movimentação do mês de junho vai ser abaixo do ano passado no mesmo período, sem dúvida. Em faturamento, imaginamos que seja muito próximo ou parelho com o de 2019. Isso, pelo menos, vai manter o mês de junho mais tranquilo do que foi abril e maio", reforça Felipe. De acordo com as expectativas, o empresário ressalta que, ainda assim, não é o mesmo movimento dos anos anteriores. "O pessoal de Rio de Janeiro e São Paulo, por exemplo, não está vindo porque não tem malha aérea confiável e nem demanda", lamenta.

Para o almoço ou jantar do Dia dos Namorados, a opção mais procurada na região é o fondue. Felipe adianta que diversos estabelecimentos, independente do segmento gastronômico, oferecerão cardápios especiais para a data, além de criarem situações românticas.

 

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.