Publicidade
Botão de Assistente virtual
Notícias | País RS E OUTROS ESTADOS

Empresas de destinação de lixo hospitalar investigadas por formação de cartel são alvo da Polícia Federal

Grupo agia no Rio Grande do Sul, Distrito Federal, Bahia, Minas Gerais, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Rio de Janeiro e São Paulo

Por Agência Brasil
Publicado em: 13.12.2021 às 10:44 Última atualização: 13.12.2021 às 11:07

A Polícia Federal, o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) e o Ministério Público Federal fazem uma operação nesta segunda-feira (13) contra crimes em licitações públicas e contra a ordem econômica. A operação Mercado Pacificado mira empresas de coleta, transporte, tratamento e destinação de resíduos, em sua maioria, hospitalares.

Ao formarem um cartel, essas empresas evitavam guerra de preços e dividiam entre si clientes e licitações. Segundo análise do Cade, o grupo agia no Distrito Federal, Bahia, Minas Gerais, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e São Paulo. Há, ainda, indícios de que Rio Grande do Norte e Santa Catarina também tenham sido afetados.

Participam da operação 75 policiais federais e 57 integrantes do Cade no cumprimento de 15 mandados de busca e apreensão. No RS, os mandados são cumpridos em Caxias do Sul e Cachoeirinha.

Os investigados podem responder por crimes contra a ordem tributária, além de outros delitos que podem ser constatados no curso da investigação.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.