Publicidade
Botão de Assistente virtual
Notícias | País POLÍTICA

CPI aprova convocação de médico responsável por parecer contra 'kit Covid'

Senadores avaliam se ele realmente irá à comissão, pois teria dito em uma reunião no fim de semana que não poderia apresentar a íntegra do estudo publicamente

Por Estadão Conteúdo
Publicado em: 15.10.2021 às 16:16 Última atualização: 15.10.2021 às 16:17

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19 aprovou a convocação do médico Carlos Carvalho, responsável por coordenar uma análise contra o chamado "kit Covid" na Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias do Sistema Único de Saúde (Conitec).

O órgão, vinculado ao Ministério da Saúde e responsável pela análise técnica de novos medicamentos do Sistema Único de Saúde (SUS), adiou na semana passada uma decisão que poderia barrar o uso da hidroxicloroquina e da cloroquina como tratamento para pacientes com Covid-19.

Carvalho foi escolhido para coordenar a análise sobre uso dos medicamentos e afirmou, em entrevista à imprensa, que a avaliação foi retirada da pauta da reunião da Conitec por solicitação dele.

Os senadores ainda avaliam se ele realmente irá à comissão, pois teria dito em uma reunião com integrantes da CPI no fim de semana que não poderia apresentar a íntegra do estudo publicamente. Os parlamentares avaliam convocar outros representantes da comissão para falar sobre o assunto.

Além da convocação de Carvalho, a CPI também resolveu agendar novos depoimentos de representantes do Conselho Nacional de Saúde(CNS), da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) e das associações de secretários estaduais e municipais de saúde. As audiências devem ser marcadas para a próxima semana. Os senadores aprovaram ainda a realização de uma audiência com familiares de vítimas da Covid-19 no Brasil.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.