Publicidade
Botão de Assistente virtual
Notícias | Gramado APROXIMAÇÃO COM COMUNIDADE

Gramado aprova implementação de Conselho Tutelar Mirim

Introdução será realizada a partir de agosto nas escolas municipais Mosés Bezzi e Dr. Carlos Nelz (Caic)

Por Redação
Publicado em: 09.05.2022 às 16:53

Foi aprovada a implantação do projeto Conselho Tutelar Mirim em Gramado, movimento que tem o objetivo de aproximar o Conselho Tutelar das escolas de Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio da rede pública e particular. A introdução será realizada a partir de agosto nas escolas municipais Mosés Bezzi e Dr. Carlos Nelz (Caic) e a aprovação contou com o apoio dos orientadores de educação das duas instituições. A elaboração deste projeto se deu através do Colegiado dos Conselheiros Tutelares e contou com apoio e a participação da Secretaria de Educação e Secretária da Assistência Social, Cidadania e Defesa Civil.

Gramado aprova implementação de Conselho Tutelar Mirim
Gramado aprova implementação de Conselho Tutelar Mirim Foto: PMG/Divulgação

O projeto é baseado no estudo do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), sendo executado de diferentes formas, respeitando as respectivas faixas etárias escolares e buscando orientar, sanar dúvidas e desmistificar alguns preceitos e preconceitos relacionados ao Conselho Tutelar. Também, tem como objetivo entender as dificuldades encontradas pelas escolas junto à família de cada criança ou adolescente, valorizando o papel de cada colaborador e educador e dos pais e responsáveis.

A secretária de Cidadania, Assistência Social e Defesa Civil, Vera Simão, que já foi conselheira tutelar, destaca a importância do projeto. “Este projeto visa aproximar o Conselho Tutelar da comunidade, facilitando o entendimento das funções dos Conselheiros e também promovendo ações de melhoria dos seus deveres e direitos no âmbito escolar”.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.