Publicidade
Notícias | Gramado Polícia

Preso casal suspeito de envolvimento em execução de adolescente em Gramado

Detento, integrante de facção, teria articulado morte de Andrew Madruga Lopes, de 16 anos

Por Letícia de Lima
Publicado em: 20.05.2021 às 13:07 Última atualização: 20.05.2021 às 13:13

Casal foi capturado em Canela Foto: Polícia Civil
As circunstâncias que levaram ao homicídio de Andrew Madruga Lopes, de 16 anos, no último domingo (16), no Carazal, são investigadas pela Polícia Civil em Gramado. Entre as hipóteses do que teria motivado o crime, está a situação do pai do menino, Anderson Lopes, vulgo Mergulhão - conhecido em Gramado por crimes relacionados ao tráfico de drogas. Ele se encontra preso por assalto realizado a uma lotérica na cidade, tráfico e, ainda, é suspeito pelo envolvimento em uma morte violenta ocorrida na mesma casa em que o filho foi assassinado, em dezembro do ano passado.

Até o momento, a Polícia não tem provas do envolvimento da vítima com o tráfico. “Isso reforça a hipótese de que poderia ter sido uma retaliação, mas é apenas uma das linhas de investigação que temos”, pondera o delegado Gustavo Barcellos, responsável pelo caso. Andrew foi executado a tiros, dentro de casa. A mãe e três irmãos, duas adolescentes e uma criança de dois anos, também estavam na residência. No local do crime, situado na Rua Dr. João Kieffer, três estojos de fuzil foram encontrados deflagrados.

A mãe da vítima informou que quatro criminosos invadiram a casa, por volta das 23 horas. Contudo, a Polícia investiga se mais pessoas poderiam estar envolvidas na execução. A vítima foi localizada pelos policiais caída na sala.

Prisão

Um casal suspeito de envolvimento no planejamento do crime foi preso de forma preventiva na noite de quarta-feira (19). Conforme as investigações, os suspeitos teriam sido responsáveis por realizar o levantamento da casa em que a vítima morava, inclusive tirando fotografias do local. As imagens foram enviadas para um detento que integra facção criminosa, responsável por articular a execução, segundo a Polícia. O levantamento feito pelos suspeitos tinha por finalidade subsidiar os executores do crime, a fim de que fosse traçado o plano e definida a logística da empreitada criminosa.

A Polícia Civil não descarta que os suspeitos tenham envolvimento, também, na execução da ação criminosa. Os investigados foram interrogados e encaminhados ao sistema prisional. O casal foi localizado no bairro São José, em Canela, em ação que contou com o apoio da Delegacia da cidade vizinha.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.