Publicidade
Acompanhe:
Notícias | Gramado Resultados

34º Natal Luz de Gramado obteve lucro de R$7,3 milhões

Superávit será investido na manutenção da Gramadotur, além de ampliar outros eventos do município em 2020

Por Letícia de Lima
Última atualização: 11.02.2020 às 19:05

Presidente da Gramadotur, Edson Néspolo, apresentou resultados em coletiva realizada nesta terça-feira (11) Foto: Letícia de Lima/GES-ESPECIAL
Em coletiva de imprensa realizada na tarde desta terça-feira (11) na Prefeitura de Gramado, a Gramadotur, autarquia municipal realizadora do Natal Luz, apresentou os resultados oficiais da 34ª edição do evento, que encerrou no último dia 12 de janeiro. O presidente da autarquia, Edson Néspolo, revelou que o evento fechou seus números com um lucro de mais de R$ 7,3 milhões.

Este superávit, segundo Néspolo, será investido na manutenção da Gramadotur, além de ampliar e qualificar os primeiros eventos de 2020 em Gramado, como a Páscoa e a Festa da Colônia. Néspolo afirmou, ainda, que deste lucro, cerca de R$ 500 mil devem ser investidos no evento de Dia dos Namorados da cidade.

"Investimos R$ 4 milhões a mais e tivemos o mesmo lucro da edição anterior", salientou o presidente, que também comemorou o resultado positivo em relação ao aumento de 55% de patrocínio, comparado com o 33º Natal Luz.

A apresentação dos resultados destacou também a venda de ingressos do evento natalino: foram comercializados para os três espetáculos pagos 204 mil entradas. A apresentação mais assistida foi a que ocorre no Lago Joaquina Rita Bier, Illumination, com 98 ingressos vendidos.

Satisfação com evento, mas reclamações sobre mobilidade

Durante o encontro com a imprensa, a Gramadotur apresentou uma pesquisa feita pela Universidade de Caxias do Sul (UCS). Entre os principais dados, a pesquisa apontou que a média de satisfação geral do público com o Natal Luz é de 95,6% e de 84,7% com a cidade.

Entre os pontos negativos citados pelos turistas que prestigiaram a 34ª edição esteve a "mobilidade ruim" encontrada no município. "É uma questão preocupante, não podemos mascarar isso", disse Néspolo.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.