Publicidade
Acompanhe:
Notícias | Gramado Clima tenso

'Eu lamento. Faltou espírito público', diz Fedoca após rejeição de projetos na Câmara

Parlamentares da bancada Progressista votaram contra a venda de imóveis para recuperação asfáltica da estrada da Serra Grande e contra solicitação de financiamento para infraestrutura junto ao BNDS

Por Laura Gallas
Última atualização: 14.01.2020 às 10:13

Plenário esteve lotado na sessão da última segunda-feira (13) Foto: Divulgação
A sessão da Câmara de Vereadores de Gramado da última segunda-feira (13) iniciou com esperança para muitos moradores que estavam no plenário. Na ocasião, os parlamentares votariam favorável, ou não, a dois projetos do executivo que previa a venda de imóveis da Prefeitura para a recuperação asfáltica da RS-373 – estrada que liga a Várzea e a Serra Grande. A outra pauta a ser votada seria a autorização para um financiamento de R$ 35 milhões junto ao BNDS. Com o resultado de 5 votos da bancada Progressista e 4 votos dos demais parlamentares que compõem a mesa, ambos os projetos foram rejeitados.

Moradores da Serra Grande e demais localidades de Gramado que estavam na sessão na noite de segunda (13) se revoltaram ao resultado e se manifestaram com gritos de “vergonha”. “Eles viraram as costas para o povo, mas ainda bem que outubro está chegando”, disse uma moradora da Serra Grande. Os vereadores do Progressistas precisaram ser escoltados pela Brigada Militar no término da sessão.

Pronunciamento pelo Facebook

Assim que tomou conhecimento do resultado da votação, o prefeito de Gramado Fedoca Bertolucci (PDT) se pronunciou no Facebook da Prefeitura. “É um processo democrático e temos que nos habituar, nem sempre esse processo democrático é favorável”.

Fedoca ainda lembrou de uma cotação parecida da antiga gestão, nesse caso, o projeto foi aceito por unanimidade. “Os fundamentos pra que isso ocorresse, sob meu ponto de vista, são inconsistentes. Nós temos histórico de projetos que a antiga administração buscou financiamento para as obras que indicamos, com a diferença que lá atrás não indicava onde eram as necessidades, e nós arrolamos direitinho onde eram as obras. Eu lamento, acho que a história de Gramado deu uma demonstração de falta de espírito público.”, desabafa Bertolucci.

O prefeito reiterou, ainda, da mudança que foi feita no projeto da venda de imóveis a pedido dos vereadores. “Apesar de todo o acerto que fiz, é a regra de jogo, temos que aprender, tudo serve de lição, às vezes não sabemos muito com quem lidamos”, declara.

Fedoca concluiu sua manifestação adiantando que o povo irá à luta e que a administração tentará os recursos por outros meios. “Quem se transforma num verme não pode se queixar ao ser pisado”, finaliza Fedoca

Confira vídeo na íntegra

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.