Publicidade
Botão de Assistente virtual
Notícias | Cachoeirinha POLÍTICA

Resultado do julgamento que pode cassar prefeito e vice-prefeito de Cachoeirinha será conhecido na próxima semana

Continuação do julgamento foi agendada pelo Tribunal Regional Eleitoral e vai definir o futuro de Miki Breier (PSB) e Maurício Medeiros (MDB)

Por Juliano Piasentin
Publicado em: 07.04.2022 às 18:34

Foi marcada para a próxima terça-feira (12) a continuação do julgamento que pode cassar a chapa vencedora das últimas eleições municipais em Cachoeirinha. Composta pelo prefeito Miki Breier (PSB) e vice-prefeito Maurício Medeiros (MDB), a dobradinha que foi reeleita para comandar o Executivo é acusada pelos crimes de abusos políticos e econômicos.

Resultado do julgamento que pode cassar prefeito e vice-prefeito de Cachoeirinha será conhecido na próxima semana
Resultado do julgamento que pode cassar prefeito e vice-prefeito de Cachoeirinha será conhecido na próxima semana Foto: PMC/Divulgação
O processo foi movido pelo partido Cidadania, representado pela ex-vereadora Jacqueline Ritter e pelo candidato derrotado, Rubens Otávio Ohlweiler (União Brasil).

O julgamento foi iniciado na última sexta-feira (1º), no entanto foi suspenso após o pedido de vistas do desembargador Francisco Moesh. Dois membros do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) já haviam votado a favor da cassação, o relator do processo, desembargador federal Luís Alberto Aurvalle e a desembargadora Kalin Cogo Rodrigues. O pedido de vistas, de acordo com o magistrado, aconteceu por haver dúvidas na sustentação oral da acusação.

No pedido, além de cassar a chapa vencedora, há o pedido para que Miki Breier fique inelegível por oito anos, contando a partir de 2020. Atualmente Breier está afastado do cargo pelo Ministério Público Estadual, por conta de investigações das operações 'Proximidade' e 'Ousadia', deflagradas em junho e setembro de 2021, respectivamente, onde são apontados possíveis casos de corrupção ativa, passiva e favorecimento a empresários em licitações dos Serviços Urbanos. O processo ainda solicita que novas eleições para o poder Executivo sejam feitas em um prazo de 90 dias na cidade.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.