Publicidade
Botão de Assistente virtual
Esportes ESPORTES

Haddad perde semifinal para Petra Kvitova, mas sobe no ranking e mira início em Wimbledon como cabeça

Por Estadão Conteúdo
Publicado em: 24.06.2022 às 10:22 Última atualização: 24.06.2022 às 11:22

A série invicta de Beatriz Haddad Maia na grama chegou ao fim nesta sexta-feira. Após 12 jogos de invencibilidade, em meio aos quais foram conquistados os títulos de Nottingham e Birmingham, a brasileira de 26 anos foi eliminada do WTA 500 de Eastbourne ao perder a semifinal para a checa Petra Kvitova, por 2 sets a 0, com parciais de 6/7 (5/7) e 4/6. Apesar da eliminação, tem muito a celebrar, pois continua em ascensão no ranking mundial e será cabeça de chave em Wimbledon.

Número 29 do mundo no momento, melhor posição de uma brasileira na classificação da WTA, empatada com a lenda Maria Esther Bueno, a paulista subirá uma ou duas posições na próxima atualização, segunda-feira. Tudo depende de como Kvitova, 31 do mundo e bicampeã de Wimbledon, encerrará sua participação na final de Eastbourne. Se conseguir o título, a checa sobe para o 26º lugar e deixa Bia em 28º. Caso termine como vice, fica na 30ª posição, atrás da brasileira, que se tonaria dona do 27º posto.

De qualquer forma, a atual colocação da tenista paulista já era histórica e rendeu um feito inédito na carreira dela. No Torneio de Wimbledon, Bia Haddad será cabeça de chave (número 23) pela primeira vez na disputa de um Grand Slam. A estreia na tradicionalíssima competição será na segunda-feira, contra a eslovena Kaja Juvan, 60º colocada do ranking mundial, conforme definido por sorteio realizado nesta sexta. O horário ainda não foi divulgado.

Bia recebeu o nome da adversária na estreia de Wimbledon pouco antes de entrar em quadra para enfrentar Kvitova, em partida que foi um revanche para a checa. As duas se enfrentaram na primeira fase do WTA 250 de Birmingham, e a brasileira venceu por 2 sets a 0, com parciais de 7/6 (7/4) e 6/2, iniciando a caminhada para conquistar o título do torneio.

Nesta sexta, Kvitova conseguiu se vingar. Teve uma atuação sólida, acertou 27 winners contra 12 de Bia e não sofreu nenhuma quebra pela segunda partida consecutiva. O primeiro set foi bastante equilibrado, e o duelo de canhotas acabou no tie-break, este liderado por Kvitova desde o início, graças ao poderoso forehand da checa. No segundo set, a brasileira viu a adversária quebrar seu saque logo no início, na única perda de serviço da partida. Na sequência, a tenista europeia aproveitou bem os serviços para vencer.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.