Publicidade
Botão de Assistente virtual
Esportes Esportes

Jean Carlos é punido por reclamação contra árbitra, mas poderá atuar na Série B

Por Estadão Conteúdo
Publicado em: 16.05.2022 às 23:31

Após um julgamento de 1h40, no Tribunal de Justiça Desportiva, nesta segunda-feira, o meia Jean Carlos, do Náutico, foi punido com dez jogos de suspensão por ter sido expulso e também por ter reclamado veementemente da árbitra Deborah Cecília na final do Campeonato Pernambucano contra o Retrô.

A pena deverá ser cumprida na competição estadual de 2023 e, desta forma, o jogador, que estava presente ao julgamento, está livre para defender o Náutico na disputa da Série B do Brasileiro.

"Jamais tentei agredi-la verbalmente ou fisicamente. Eu tentei explicar que tentei tirar o braço. Mostrar pra ela que não tinha dado a cotovelada. No começo eu disse 'tá de sacanagem, eu tirei o braço'. E depois fiquei repetindo 'eu tirei o braço, eu tirei o braço', nada mais", afirmou Jean Carlos, em seu depoimento.

Deborah Cecília, que também esteve no tribunal, voltou a dizer que se sentiu ameaçada, após mostrar o cartão vermelho para Jean Carlos, pela cotovelada dada no volante Yuri Bigode, do Retrô.

"Eu procurei dar dois, três passos para trás e estiquei meu braço como forma de reflexo, como uma autodefesa. Se não ele viria até a mim e eu iria cair para trás, sentada. O vídeo mostra a possível agressão, de uma possível peitada ou um murro. Tanto que ele teve que ser contido pelos outros jogadores", afirmou a árbitra.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.