Publicidade
Cotidiano | Gente Obituário

Aos 68 anos, morre em Novo Hamburgo o gaiteiro Porca Véia

Ícone da cultura gaúcha morreu no hospital nesta sexta-feira

Última atualização: 12.06.2020 às 17:55

Porca Veia tinha 68 anos e morava em Ivoti Foto: Inézio Machado/GES
O gaiteiro Porca Véia morreu nesta sexta-feira (12) em Novo Hamburgo. Ícone da cultura gaúcha, Elio da Rosa Xavier tinha 68 anos e se recuperava de uma cirurgia no rim feita há um mês. Nesta sexta, ele deu entrada no Hospital Regina, onde teve duas paradas cardíacas e não resistiu, morrendo no início da tarde de hoje. O horário de velório e enterro ainda não foram divulgados pela família.

Porca Véia morava em Ivoti, onde já estava retirado da música há seis anos. No dia 30 de maio, o gaiteiro participou de uma live no Youtube, onde acabou saindo antes do fim por se sentir mal.

Natural da localidade de Pontão, distrito de São José do Ouro, em Lagoa Vermelha, no norte gaúcho, Porca Véia tinha uma trajetória de sucesso com 23 discos gravados e incontáveis bailes que animou em seus 33 anos de atuação.

Porca Véia é natural de Lagoa Vermelha, no norte gaúcho Foto: Arquivo pessoal
Ele nasceu em 2 de março de 1952 e é o filho mais novo do produtor rural Lauro Nunes Xavier (in memoriam) e Julieta da Rosa Xavier. Recebeu vários títulos, como cidadão Honorário, comendador da Brigada Militar, Amigo da Brigada e Destaque Musical. Tocou no Grupo Candieiro, no Porca Véia e Os Tropeiritos. Tem 17 CDs gravados e três DVDs. Ganhou duas vezes o Disco de Ouro. Em 28 de dezembro de 2013, finalizou a carreira na Festa da Uva.


Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.