Publicidade
Botão de Assistente virtual
Cotidiano | Entretenimento TELEVISÃO

Conheça Vitória Bohn, a hamburguense na novela das sete

Jovem de 20 anos que faz Lou em Cara e Coragem nasceu e estudou em Novo Hamburgo e está se preparando desde a infância para carreira artística

Por Susi Mello
Publicado em: 11.06.2022 às 03:00 Última atualização: 11.06.2022 às 20:23

A região está na nova novela das sete da Globo. Vitória Bohn, atriz que interpreta Lou, bailarina de dança vertical em Cara e Coragem, é gaúcha de Novo Hamburgo. Com 20 anos, ela nasceu e estudou na cidade, foi miss Rio Grande do Sul 2011, fez minisséries, curtas e teatro e agora faz sua primeira novela global.

Vitória Bohn
Vitória Bohn Foto: Fernanda Garcia/Divulgação

“É um desafio super estimulante, que tem me feito crescer muito. Quero ser melhor a cada dia e isso requer muita vontade e propósito. Contracenar ao lado de grandes atores, com uma personagem tão desafiadora como a Lou, tem sido uma experiência transformadora e muito gratificante”, disse Vitória em entrevista exclusiva.

E ela já está convivendo com estrelas. Sua personagem Lou é filha de Olívia (Paula Braun) e meia-irmã de Pat (Paolla Oliveira).

Família ainda mora aqui

Seus pais, os empresários Luis Renato e Luci, 62 e 58 anos, estiveram no Rio para acompanhar a estreia de Vitória, que mora lá desde janeiro. Os pais, que vivem em Novo Hamburgo, falam com orgulho da trajetória da filha. “Ela desenvolveu, foi atrás, persistiu, batalhou. Ela não desistiu e nem baixou a cabeça”, comentou a mãe.

Vitoria, acrescenta sua mãe, começou na infância sua preparação. “Ela trabalhou em comerciais desde os cinco anos, fez o filme Redenção, foi miss Rio Grande do Sul e rainha dos esportes na Sociedade Ginástica de Novo Hamburgo”, enumera.

Na televisão, sublinha a mãe, é o primeiro trabalho. “Ela se preparou muito. Está desde dezembro trabalhando para a personagem.” Vitória foi a escolhida para a novela entre mais de 80 candidatos. Até então cursava Administração e Jornalismo na PUC, em Porto Alegre.

Sobre a escalação para a novela, Vitória conta: “Eu havia deixado meu material no RH da emissora há alguns anos. Foi através desse registro que surgiram os testes para interpretar a Lou. A seleção durou alguns meses.” 

Professores falam sobre a dedicação dela

"Vitória sempre foi muito meiga, muito querida por todos. Isso é muito importante", frisa o diretor da ParaNóia Produções Artísticas, Luis Fernando Rodembuch. Ela passou pela ParaNóia, onde fez teatro infantil, fez curta, dança, participou de festivais e esquetes teatrais. Uma lembrança que ele tem de sua trajetória é quando a atriz foi escolhida para o clipe de final de ano da RBS. "Foi um grande momento... Ficamos muito orgulhosos", sublinha.

"A Vitória Bohn foi uma das minhas pedras preciosas, que virou diamante", declara a proprietária da escola de modelos VM, Vera Monteiro. A aluna do curso de manequim e modelo quando tinha oito anos é lembrada por Vera como uma menina falante, determinada, carinhosa e que não fazia distinção de raça ou de classe social.

"Quando se tratava de executar um trabalho era muito aplicada. A passarela era algo que ela tinha todo o domínio com sua postura e com um profissionalismo de gente grande. Estou muito feliz por ela ter alcançado um de seus objetivos. Agora é ficar de olho na telinha e ver nossa menina brilhar junto com grandes nomes”, diz Vera.

A família de Vitória sempre investiu no desenvolvimento de seu talento. Esse é o destaque do jornalista Bernardo Guedes, que foi professor de teatro infantil na Paranóia, e teve Vitória como uma de suas alunas.

"Fui convidado para a festa de 15 anos da Vitoria e sua mãe Luci Lazzari Bohn me fez chorar com seu depoimento sobre a filha. Dizendo que ela era o "sol em sua vida". Realmente a Vitoria sempre foi uma criança muito iluminada, alegre e cativava a todos ao seu redor com seu sorriso. E a família dela sempre foi muito presente em todos os momentos da vida dela. Sempre investiram muito no desenvolvimento do talento da filha. Fico muito feliz por ela por estar realizando este sonho. Vocês nem imaginam o quanto! Meu orgulho!", comenta.

Além das aulas de teatro infantil, conta Guedes, ela fazia aulas de tevê e cinema, prestando sempre muita atenção em todos os ensinamentos. O jornalista conta que ela sabia suas marcações de palco, decorava facilmente suas falas e as dos colegas. "Não era raro ver ela substituindo os outros personagens quando algum aluno faltava. O palco era um espaço que ela dominava como ninguém", sublinha.

Um bate-papo com a jovem atriz de Novo Hamburgo

Onde você estudou? 
Vitória - Sou hamburguense e estudei e me formei no colégio Marista Pio XII, em Novo Hamburgo. Tenho 20 anos.

O que fazia antes de iniciar a carreira artística?
Vitória - Faço teatro e estudo interpretação desde os 10 anos. Cheguei a iniciar faculdade de jornalismo, mas tranquei o curso assim que soube que havia passado no teste para a novela.

Como iniciou a carreira artística?
Vitória - Sempre quis ser atriz, desde criança. Fiz teatro em Novo Hamburgo e em Porto Alegre durante toda minha adolescência, também estudei interpretação pra vídeo durante esse período. Com o passar do tempo fui amadurecendo esse desejo e me preparando, fazendo cursos mais específicos também, em São Paulo e aqui mesmo no Rio. Aos 16 anos tirei meu DRT, documento que certifica a profissão de ator.

Quais trabalhos já realizou como atriz?
Vitória - Já havia feito uma minissérie exibida também como longa no Rio Grande do Sul que se chama Redenção e foi um projeto super importante pra cultura gaúcha. Também participei de alguns curtas-metragens e algumas peças de teatro, mas sempre desejei fazer novela.

Como recebeu o convite de Cara e Coragem?
Vitória - Eu havia deixado meu material no RH da emissora há alguns anos. Foi através desse registro que surgiram os testes para interpretar a Lou. A seleção durou alguns meses, então tive que aprender a conter a ansiedade nesse período.

Como se sente diante desse desafio?
Vitória - É um desafio super estimulante, que tem me feito crescer muito. Quero ser melhor a cada dia e isso requer muita vontade e propósito. Contracenar ao lado de grandes atores, com uma personagem tão desafiadora como a Lou tem sido uma experiência transformadora e muito gratificante.

Como pretende desenvolver o papel?
Vitória - A Lou vai passar por altos e baixos durante a história. Ela é uma jovem mulher cheia de complexidades, como todas nós. Sempre me empenho em entender intimamente a personagem, entender suas motivações e espero que o publico se identifique e se encante por ela.

Quais lembranças tem de sua cidade natal? Continua a visitá-la?
Vitória - Mudei para o Rio há somente seis meses, por conta da novela. Então sigo visitando Novo Hamburgo, pois tenho família e amigos aí.

Como é a sua rotina?
Vitória - Hoje vivo no Rio de Janeiro, onde as gravações de Cara e Coragem acontecem. Meu tempo é dedicado quase inteiramente à novela. Quando não estou gravando, estudo e realizo treinos físicos também por conta da personagem.

Que recado quer dar a quem puder acompanhar seu trabalho na novela?
Vitória - Preparem-se pra se surpreender com essa história cheia de amor, aventura, mistério e muita coragem.

Quais são seus planos na carreira?
Vitória - Meu eterno objetivo sempre será me aprimorar na minha profissão. Espero que a visibilidade desse trabalho me dê oportunidade de novos desafios e personagens, e que eu possa continuar fazendo o que eu mais gosto.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.