Publicidade
Botão de Assistente virtual
Cotidiano | ABC Pra Você | Viver com saúde Prevenção

Sinais que indicam alteração na tireoide

Medicina nuclear atua, principalmente, nos casos de câncer de tireoide e hipertireoidismo

Publicado em: 17.05.2022 às 05:12

Com o objetivo de levar informação à comunidade sobre as doenças que podem atingir esta glândula localizada na região do pescoço, o Dia Internacional da Tireoide, comemorado no próximo dia 25, tornou-se data para conscientização e prevenção.

A tireóide é uma glândula que usa o iodo para produzir os hormônios que regulam o metabolismo das células
A tireóide é uma glândula que usa o iodo para produzir os hormônios que regulam o metabolismo das células Foto: Adobe Stock

A tireoide é uma glândula que usa o iodo para produzir os hormônios que regulam o metabolismo das células, controlando a função de praticamente todo o tipo de tecido no corpo humano. Essa glândula pode apresentar problemas que podem ser divididos em dois blocos: as doenças nodulares e quando ocorre alguma alteração na função do órgão.

"Se pegássemos pessoas na rua com aparelho de ultrassom portátil, poderíamos descobrir nódulos em 60% das vezes, sendo que 90% ou 95% desses nódulos são benignos. Isto é, poderiam ter presença de líquidos ou células que não trazem problemas ao indivíduo. Os outros 5% a 10% desses nódulos detectados podem abrigar malignidade. Então, estamos falando, inicialmente, em câncer de tireoide. Por sua vez, 95% dos casos de câncer de tireoide têm um comportamento brando. Nestes casos, o tratamento padrão é cirurgia. As pessoas serão operadas e estarão curadas na vasta maioria das vezes", explica a médica Adelina Sanches, diretora da Sociedade Brasileira de Medicina Nuclear (SBMN).