VOLTAR
FECHAR

Rua Emílio Leobet, 1559, sala 21 - Bairro Avenida Central - Gramado/RS - CEP: 95670-000
Fones: (54) 3286.1666 - Fax: (54) 3286.4015

PUBLICIDADE
Tecnologia

WhatsApp estuda ampliar idade mínima para 16 anos

Medida deve ser implementada até 25 de maio, seguindo novas exigências da União Europeia. Situação do Brasil é incerta.

Reprodução
Popular no Brasil, WhatsApp está implementando mudança na idade mínima por causa de regras europeias. Não é certo que o País continuará com as regras antigas
O WhatsApp está estudando alterar nas próximas semanas a idade mínima obrigatória para permitir acesso aos usuários. Até agora, os Termos de Serviço da rede social diziam que era preciso ter mais de 13 anos. Essa idade deve passar para 16, pelo menos na Europa, mas possivelmente também passe a ser o padrão globalmente.

A notícia foi divulgada em um fórum sobre o Whats no Twitter: "A fim de respeitar os novos Termos de Serviço (disponível futuramente, ****talvez**** não depois de 25 de maio), o WhatsApp exigirá que você tenha ao menos 16 anos para usar seus serviços (atualmente, 13 são exigidos)."

O fórum que deu a notícia não é oficialmente ligado ao WhatsApp, embora seja especializado na plataforma e costume antecipar mudanças e serviços novos. Não houve confirmação oficial, embora a notícia tenha ganho repercussão internacional entre este sábado (14) e domingo (15).

A data de 25 de maio representa o prazo que sites, redes sociais e provedores têm para se adequar às novas normas de privacidade on-line estabelecidas pela União Europeia. Em princípio, a medida é obrigatória na Europa a partir desta data, mas ainda é incerto se a aplicação será restrita aos usuários do Velho Mundo ou se será aplicada globalmente, já que mudanças nos Termos de Uso costumam ser mundiais dentro do aplicativo.

Ataque hacker global contra roteadores

Brasil ainda não teria sido atingido, mas Estados Unidos, Europa, Irã e Austrália registram múltiplos ataques.

Arte Reprodução
Hackers estariam empreendendo ataque maciço global contra roteadores de uma empresa específica, a Cisco
A empresa de segurança digital Kaspersky divulgou que parece estar acontecendo um ataque hacker global contra roteadores da Cisco. Por enquanto, foram atingidos principalmente Irã, Estados Unidos, Austrália e países da Europa. A imprensa especializada chegou a falar em 200 mil roteadores afetados até agora. O Brasil não registrou ataques por enquanto.

Segundo a Kaspersky, aparentemente um bot (programa automático) procura na Internet roteadores da Cisco e então, aproveitando uma vulnerabilidade em servidores que não tenham recebido atualização de segurança, insere código malicioso. Entre os resultados, estão que os servidores passam a exibir uma bandeira dos EUA, além de desviar largura de banda para usos ainda não determinados.

Ataques em roteadores são problemas principalmente corporativos. Usuários profissionais ou mesmo domésticos podem experimentar efeitos colaterais como lentidão da rede e dificuldade de acessar páginas na Internet.

Petições on-line por Nobel para Lula e Sérgio Moro

Petições criadas por militantes e admiradores estão competindo uma contra a outra.

Foi notícia nesta segunda-feira (9/4) a petição on-line para que o ex-presidente Lula seja indicado ao Prêmio Nobel da Paz. O documento está na Internet no site Change.org, que organiza petições de todos os tipos. Curiosamente, em resposta à notícia divulgada nesta segunda-feira, foi criada uma outra petição, em resposta a ela, pedindo a indicação de Sérgio Moro ao Nobel da Paz. A de Sérgio Moro tinha 2.037 adesões até as 18h46, e a de Lula contava com mais de 150 mil. Nas fundamentações das petições há menção a uma competição entre elas, já que a de Moro menciona aquela outra de Lula.





Final de League of Legends teve transmissão ao vivo na região

Popular game on-line teve até torcida para final do Campeonato Brasileiro.

Divulgação
Imagem promocional do popular game on-line League of Legends
Neste sábado (7/4) foi a final do campeonato brasileiro de League of Legends (BRLOL), popular game on-line, título que dava acesso à participação em uma competição internacional. Por conta disso, o jogo teve transmissão em plataformas de streaming e até tevês por assinatura.

Detalhe interessante foi que houve estabelecimentos na região que passaram o jogo ao vivo, no melhor estilo futebol de barzinho. Em São Leopoldo, por exemplo, uma game house no centro transmitia a final no sábado pouco após as 13 horas, para surpresa de alguns passantes. Houve quem pensasse que se tratava de jogo de futebol internacional ou, quem sabe, transmissão ao vivo da prisão do ex-presidente Lula. Mas era game mesmo.

League of Legends e Overwatch são jogos altamente populares tanto no exterior quanto por aqui, e que chegam a receber transmissão ao vivo com comentários em praça pública em alguns lugares.

A final do campeonato brasileiro foi entre as equipes KaBuM e Vivo Keyd. Em sistema de play-off, a vitória foi da KaBuM por 3 a 2.

Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS