Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) estão protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Emílio Leobet, 1559, sala 21 - Bairro Avenida Central - Gramado/RS - CEP: 95670-000
Fones: (54) 3286.1666 - Fax: (54) 3286.4015

PUBLICIDADE
Terrorismo

Ataque contra mesquitas deixa 49 pessoas mortas e vários feridos na Nova Zelândia

Quatro pessoas foram presas, entre elas, um extremista australiano
15/03/2019 06:36 15/03/2019 06:37

Foto por: TESSA BURROWS/ AFP
Descrição da foto: Polícia fazem atendimento após ataque à mesquita de Masjid al Noor
Ao menos 49 pessoas morreram e 20 ficaram gravemente feridas, nesta sexta-feira (15), em ataques contra duas mesquitas da cidade de Christchurch, terceira maior cidade da Nova Zelândia. 

"Esta claro que isto pode ser descrito como um ataque terrorista (...) Pelo que sabemos parece que estava bem planejado", afirmou. "Foram encontrados dois artefatos explosivos em veículos suspeitos e foram desativados", afirmou a primeira-ministra Jacinda Ardern. 

Embora a extensão da tragédia ainda não tenha sido revelada, a primeira-ministra da Nova Zelândia afirmou que esta sexta "é um dos dias mais sombrios" da história do país. Além dos ataques a tiros, foram desativados diversos explosivos encontrados em veículos.

Foto por: TV New Zealand / AFP
Descrição da foto: Mais de 20 pessoas ficaram feridas no ataques as duas mesquitas na Nova Zelândia

A polícia neozelandesa prendeu três homens e uma mulher sob a suspeita de terem atacado a tiros a a mesquita Masjid Al Noor, que fica no centro da cidade, e contra a mesquita Linwood Masjid, que fica em um subúrbio de Christchurch.

Um dos presos é um extremista de direita australiano, afirmou o primeiro-ministro australiano Scott Morrison. Os ataques em duas mesquitas da cidade de Christchurch foram cometidos por um "terrorista extremista de direita, violento", indicou Morrison, antes de afirmar que a investigação está nas mãos das autoridades neozelandesas.

Foto por: Marty MELVILLE / AFP
Descrição da foto: Bandeira da Nova Zelândia está a meio mastro após ataques as duas mesquitas no país


  • Polícia fazem atendimento após ataque à mesquita de Masjid al Noor
    Foto: TESSA BURROWS/ AFP
  • Mais de 20 pessoas ficaram feridas no ataques as duas mesquitas na Nova Zelândia
    Foto: TV New Zealand / AFP
  • Bandeira da Nova Zelândia está a meio mastro após ataques as duas mesquitas no país
    Foto: Marty MELVILLE / AFP

Jornal de Gramado
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS