Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) estão protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Emílio Leobet, 1559, sala 21 - Bairro Avenida Central - Gramado/RS - CEP: 95670-000
Fones: (54) 3286.1666 - Fax: (54) 3286.4015

PUBLICIDADE
Em Canela

Polícia descarta responsabilidade de caminhoneiro em acidente com morte na RS-235

Valdemar Scalcon estava de moto quando colidiu contra veículo e faleceu na hora
07/12/2018 09:31 07/12/2018 09:31

Foto por: Letícia de Lima/GES-Especial
Descrição da foto: Acidente ocorreu na manhã de hoje, na RS-235
A rotina de Valdemar Scalcon, de 37 anos, que trabalhava em Canela e residia em São Francisco de Paula, foi interrompida em um acidente fatal na manhã de quinta-feira, dia 6, quando saia do serviço em direção a sua casa. De moto, ele colidiu contra um caminhão, com placa de Presidente Getúlio (SC), na RS-235, no acesso ao bairro São Rafael em Canela. O fato ocorreu às 7h20 quando o motociclista fazia o sentido Canela/São Francisco de Paula. Imagens de uma câmera de uma residência próxima ao local captaram o momento do acidente e mostram que Scalcon perdeu o controle da direção no canteiro central ao se direcionar para a pista única da rodovia. A moto chegou a levantar do asfalto e caiu na parte lateral, embaixo do caminhão, que fazia o sentido contrário.


Foto por: Arquivo pessoal
Descrição da foto: Valdemar Scalcon, de 37 anos, trabalhava em Canela e residia em São Francisco de Paula
O corpo da vítima, que faleceu na hora, ficou preso nas rodas do veículo de carga e foi arrastado por alguns metros, ficando dilacerado na via. O condutor do caminhão, que não teve ferimentos, foi encaminhado para a Delegacia de Canela junto com testemunhas que presenciaram o fato. “O caminhoneiro disse que vinha em uma velocidade regular, que a moto atravessou e entrou na sua pista e ele não teve tempo de frear, pois foi tudo muito rápido”, informou o delegado Vladimir Medeiros sobre o depoimento do condutor do caminhão.

De acordo com o delegado, pela dinâmica dos fatos e imagens, se descartou a responsabilidade do caminhoneiro no acidente. A moto, segundo Medeiros, estava mais rápida que os demais veículos que passavam pelo local no momento, no entanto não é possível precisar a sua velocidade. A Polícia Civil aguarda agora o resultado da perícia. Valdemar trabalhava de vigia na CEEE em Canela.


Alterações no trânsito no dia anterior

O trânsito sofreu alteração na RS-235 na tarde de terça-feira, dia 4. A Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR) modificou o fluxo no trecho entre o bairro Canelinha e a saída para São Francisco de Paula. As pistas passaram a ter sentido único nos trechos duplicados, tanto para os motoristas que trafegam no sentido Saiqui/Canelinha, como aqueles que trafegam em direção a São Francisco de Paula.


Como a alteração aconteceu no dia anterior ao acidente, moradores da localidade consideram que a mudança pode ter confundido o motociclista. “Eu acho que está bem sinalizado, mas quem usa a rodovia sempre pode não ter percebido as mudanças. Ou talvez foi só uma fatalidade mesmo”, opinou um canelense que mora perto do local do acidente e preferiu não ser identificado. O delegado Medeiros disse que a alteração no trânsito realizada pela EGR não será um fator analisado pela polícia na apuração do acidente.


Jornal de Gramado
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS