Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) estão protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Emílio Leobet, 1559, sala 21 - Bairro Avenida Central - Gramado/RS - CEP: 95670-000
Fones: (54) 3286.1666 - Fax: (54) 3286.4015

PUBLICIDADE
Entrevista da Terça

Advogada Anne Grahl Müller será a presidente da OAB Subseção Canela Gramado

04/12/2018 10:47 04/12/2018 10:47

Foto por: Carla Wendt/Divulgação
Descrição da foto: Advogada é natural de Porto Alegre e reside em Canela
A partir de 1º de janeiro de 2019, a advogada Anne Grahl Müller será a presidente da OAB Subseção Canela Gramado. A profissional foi eleita na sexta-feira, dia 30, após votação concluída no Foro da Justiça do Trabalho – ela esteve à frente da Chapa 10 Avança Mais. A gestão de Anne na presidência segue até dezembro de 2021.


A advogada natural de Porto Alegre reside em Canela, onde também vivem sua mãe, irmão e marido. Aos 33 anos, Anne é graduada em Direito pela UCS e pós-graduanda em Benefícios Previdenciários. Sua atuação junto à OAB Canela Gramado iniciou em junho de 2016 – e desde então assumiu a presidência da Comissão Especial de Previdência Social da subseção, integrou a Comissão Estadual e foi nomeada delegada da OABPrev RS. Estes mandatos se encerram neste ano.


Em setembro de 2017 também tomou posse como integrante do Conselho Deliberativo da OABPrev RS (onde segue até o final de 2020). Anne Grahl Müller atua, ainda, como vice-presidente da Comissão de Direito Previdenciário da Associação Brasileira de Advogados, na região Sul.

Há quanto tempo trabalha como advogada em Canela?
Trabalhei com o Dr. Paulo Ricardo Pinós desde o meu estágio na faculdade, de 2004, até setembro de 2018. Em outubro do ano passado me associei à Reis Advogados, em Gramado.

Há campos de trabalho em que a mulher, enquanto profissional, ainda é considerada inferior se comparada ao homem. Isso também acontece no Direito?
Acho que isso acontece na sociedade em geral, pois é uma visão culturalmente combatida, mas ainda não totalmente superada. O meio jurídico se torna indispensável para discussão e enfrentamento dessa realidade. Devemos seguir firmes, solidificando as conquistas feministas.

Você sucede Mariana Reis como presidente da subseção. Como mulher e líder de um grupo, quais são os desafios encontrados por você?
Os desafios serão inúmeros. Vou procurar levar o peso de suceder uma gestão tão exitosa liderada por uma grande mulher, exemplo entre seus pares, como incentivo. Manter o nível da qualidade do trabalho entregue, buscando ser referência de proatividade e apoio ao colega.

Quais serão as suas principais defesas nesta gestão?
Trabalhar para fortalecer a advocacia, garantir o respeito às prerrogativas profissionais e buscar as melhores condições de trabalho deverão nortear nossa gestão. Numa visão pessoal, fortalecer a advocacia é fortalecer a cidadania e a democracia. Além disso, vejo como extremamente relevante aproximar a OAB da comunidade, promovendo ações sociais. Contribuir para o presente e um futuro melhor como missão.

Você é presidente da Comissão da Previdência Social. Você considera a reforma da previdência uma medida necessária? Por quê?
A forma de se pensar a previdência pública, o envelhecimento e o aumento da expectativa de vida é pauta no mundo inteiro. No Brasil não deve ser diferente. Acontece que até agora o que se vê sobre o assunto, na esfera governamental, é a falta de capacidade técnica e transparência dos operadores legislativos. Com um pouco de informação o suposto déficit da Previdência Social é facilmente contestado. Ficam à margem da discussão aspectos indispensáveis como o caráter social, constitucionalmente protegido. Ao assunto é relegado a pluralidade de implicações do que a apenas a questão econômica. Ainda, a legislação previdenciária vem sendo constante reformada desde o implemento da Constituição cidadã, o que no meu ponto de vista justifica muita cautela nas novas e tão drásticas mudanças propostas.


Jornal de Gramado
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS