Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) estão protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Emílio Leobet, 1559, sala 21 - Bairro Avenida Central - Gramado/RS - CEP: 95670-000
Fones: (54) 3286.1666 - Fax: (54) 3286.4015

PUBLICIDADE
Solidariedade

Campanha Papai Noel dos Correios começa dia 23 de novembro

No Estado, são 91 pontos de adoção com cartinhas de crianças carentes
01/11/2018 20:13 01/11/2018 20:44

Os Correios já estão trabalhando na tradicional campanha de Natal que é realizada há 29 anos pela empresa: o Papai Noel dos Correios. No Rio Grande do Sul, as cartinhas poderão ser lidas de forma presencial a partir do dia 23 de novembro em 91 pontos de adoção. Além disso, assim como na última edição, a Campanha traz a possibilidade de apadrinhamento dos pedidos pela internet em algumas cidades.

No estado, essa modalidade será disponibilizada a partir do dia 12 de novembro somente para moradores de Porto Alegre. Nesse caso, a adoção é feita pelo site oficial e a entrega do presente pelo padrinho deve ser feita até o dia 23 de novembro no térreo do prédio histórico dos Correios na Praça da Alfândega (Centro Histórico da capital), com acesso pela lateral, na Avenida Sepúlveda, de segunda a sexta-feira, das 9 às 17 horas.

Ao longo dos 29 anos de Papai Noel dos Correios, milhões de crianças tiveram seu pedido atendido. No ano passado, somente no Rio Grande do Sul, foram recebidas mais de 49 mil cartinhas. Além de estimular as crianças a escreverem, a Campanha dissemina valores natalinos, como a solidariedade. Em uma corrente do bem, empresa, empregados e voluntários da sociedade se juntam para, dentro do possível, atender aos pedidos de presentes daqueles menos favorecidos financeiramente.

Participam da Campanha estudantes das escolas da rede pública (até o 5º ano do ensino fundamental) e de instituições parceiras, como creches, abrigos, orfanatos e núcleos socioeducativos. Desde 2010, os Correios estabeleceram essas parcerias a fim de trabalhar ações como o desenvolvimento da habilidade da redação de carta, o endereçamento correto e o uso do CEP.

Funcionamento da campanha

A adoção pelos padrinhos é feita da mesma maneira em todo o Brasil: as cartas enviadas pelas crianças são lidas e selecionadas. Em seguida, são disponibilizadas na casa do Papai Noel ou em outras unidades da empresa. Os Correios não distribuem cartas para adoção diretamente à população, em suas residências. As cartas do Papai Noel dos Correios ficam disponíveis apenas nas agências locais.

Os presentes devem ser levados pelos padrinhos aos pontos de entrega divulgados para que, posteriormente, os Correios realizem a distribuição. Não é permitida a entrega direta do presente e, para assegurar a observância desse critério, o endereço da criança não é divulgado ou informado ao padrinho.


Jornal de Gramado
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS