Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) estão protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Emílio Leobet, 1559, sala 21 - Bairro Avenida Central - Gramado/RS - CEP: 95670-000
Fones: (54) 3286.1666 - Fax: (54) 3286.4015

PUBLICIDADE
Atividades

Gramado e Canela realizaram ações de combate à violência contra a mulher

Cidades tiveram reunião da rede de proteção e mutirão nos bairros
27/11/2018 11:44 27/11/2018 11:44

Foto por: Polícia Civil
Descrição da foto: Em Canela, policiais foram para os bairros realizar intimações e conduções para interrogatório
O dia 25 de novembro é um marco para ações em defesa das mulheres, é uma data estipulada como o Dia Internacional da Não-violência Contra a Mulher, instituído pela Organização das Nações Unidas. Tanto Gramado, quanto Canela, realizaram ações em relação ao combate a agressões a mulheres. Em Gramado, o Centro de Referência de Atendimento à Mulher (Cram), do Gabinete da Primeira-Dama, promoveu na sexta-feira o “Café com roda de conversa”, no Janz Team, com representantes de instituições da Rede de Proteção à Mulher. De acordo com a coordenadora do Cram, Elisandra de Paula, os encontros da rede são mensais e este foi o último de 2018.

O próximo está previsto para janeiro de 2019. “O combate à violência contra a mulher exige ações integradas em diversos níveis, áreas e instâncias. Como problema público, exige políticas públicas. A violência contra a mulher é um problema complexo. Encontrar soluções é o desafio para todos os segmentos da sociedade”, disse Elisandra. O Centro funciona na Rua das Fontes, 174, bairro Floresta. O serviço disponibiliza atendimento individual ou em grupo, trabalha com o fortalecimento da mulher, com o empoderamento e o resgate da cidadania.


Já em Canela, a Polícia Civil realizou uma ação em todos os bairros da cidade na manhã de segunda-feira, dia 26. A atividade, desenvolvida pelo Posto Policial para a Mulher, teve por objetivo realizar mutirão para a conclusão de investigações policiais envolvendo crimes de violência doméstica e familiar contra a mulher. Ao todo, 15 policiais realizaram dezenas de intimações e conduções para interrogatórios de agressores investigados e oitivas de testemunhas e vítimas. Segundo o delegado Vladimir Medeiros, responsável pela ação, o intuito da atividade era o de impulsionar, com agilidade e prioridade, as investigações policiais em andamento no órgão policial envolvendo a Lei Maria da Penha.

Segundo Medeiros, nesta época do ano os casos de violência doméstica e familiar contra a mulher costumam ocorrer em maior incidência, sendo a ação realizada nesta segunda-feira uma resposta da Polícia Civil de Canela a esses casos. Participaram da ação apenas policiais civis mulheres, que visitaram casas em praticamente todos os bairros da cidade. O Posto Policial para a Mulher está localizado na Avenida Osvaldo Aranha, no Centro de Canela.


Jornal de Gramado
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS