Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) estão protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Emílio Leobet, 1559, sala 21 - Bairro Avenida Central - Gramado/RS - CEP: 95670-000
Fones: (54) 3286.1666 - Fax: (54) 3286.4015

PUBLICIDADE
Comunidade

Obras no Ginásio da Vila Olímpica serão reprogramadas

Motivo dessa mudança é a desistência da atual empresa contratada para executar os serviços
11/10/2018 22:04 11/10/2018 22:06

Foto por: Letícia Rossa/GES-Especial
Descrição da foto: O projeto já havia sido licitado em 2012 e 2013
Seis anos depois, a conclusão do Ginásio da Vila Olímpica da Várzea Grande ainda é uma incógnita. As obras iniciaram em 2012, como preparação de um possível Centro de Treinamento para a Copa do Mundo de 2014. Desde então, o atraso em repasses de verbas, os ajustes no contrato com a Caixa Econômica e as dificuldades com as empreiteiras, segundo a Prefeitura de Gramado, adiaram a finalização do projeto.

O próximo passo da Secretaria de Governança é a reprogramação das obras junto à Caixa Federal – que deve acontecer nos próximos dias. O motivo dessa mudança no cronograma é a desistência da atual empresa contratada para executar os serviços, que, conforme a prefeitura, alegou não dispor de capital de giro para dar continuidade à construção (dentro dos prazos já estabelecidos). Após a aprovação deste novo programa de obras, a Prefeitura de Gramado licitará novamente o projeto.

Ainda não há prazo e orçamento

A interrupção dos trabalhos prejudica a data de entrega final do ginásio. A Secretaria de Governança confirma que não há como precisar o novo prazo para finalização do projeto. O mesmo acontece com o orçamento total da obra, que será calculado após a reprogramação do calendário de serviço.
Os recursos encaminhados pelo Governo Federal à obra estão em dia, segundo a prefeitura - o Ministério do Esporte, por exemplo, tem efetuado os repasses de acordo com as medições. Não há recursos estaduais na obra.

“As obras já vinham se arrastando”

Uma das únicas garantias é de que o município deverá desembolsar ainda mais recursos para finalizar o ginásio. “Esta questão é certa em se tratando do caso da Vila Olímpica”, pontua a secretária de Governança de Gramado, Simone Bender.
O projeto já havia sido licitado em 2012 e 2013, na gestão passada, e repassado na transição de governo em janeiro de 2017. “A obra já vinha se arrastando, com cronogramas atrasados. O contratado foi chamado várias vezes, e toda a celeridade obtida até o momento foi em função do nosso esforço”, afirma Bender.


Jornal de Gramado
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS