Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) estão protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Emílio Leobet, 1559, sala 21 - Bairro Avenida Central - Gramado/RS - CEP: 95670-000
Fones: (54) 3286.1666 - Fax: (54) 3286.4015

PUBLICIDADE
Segurança

Detentos de Canela entram em rebelião por hierarquia de cela

Movimentação começou no final da manhã desta segunda, e acabou com dois feridos
10/09/2018 13:49 10/09/2018 14:04

Foto por: Brigada Militar/Divulgação
Descrição da foto: VISTORIA: detentos foram retirados de suas celas para serem revistados
O Presídio Estadual de Canela registrou uma rebelião entre cerca de 60 detentos no final da manhã desta segunda-feira, dia 10. O principal motivo da movimentação foi o descontentamento de alguns presos em relação à hierarquia dentro de sua cela. A capitã Cláudia Maldaner, do 1º Batalhão de Policiamento em Áreas Turísticas, explica que há uma ordem de comando dentro de cada uma das celas - e o que gerou a discordância foi a gerência de um destes espaços.

De acordo com ela, a confusão iniciou em uma cela e se estendeu, em seguida, a outras partes da penitenciária. "Infelizmente estas rebeliões acontecem em todas as casas prisionais do Estado. Neste caso, aqui em Canela, tudo começou porque alguns detentos queriam trocar o gerente de sua cela", esclarece a capitã.

Além da Susepe, as demais forças policiais da região foram acionadas e prestaram apoio ao Presídio de Canela. Atuaram no local, durante toda a atividade, a Brigada Militar, a Polícia Civil e o Corpo de Bombeiros.


Ferimentos leves

Em meio à confusão, dois detentos ficaram feridos. O Samu prestou atendimento, e os encaminhou ao Hospital de Caridade de Canela. Conforme a capitã Maldaner, os ferimentos foram leves.

Um agente da Susepe também acabou machucado, mas devido à pouca gravidade das lesões continuou em atividade no presídio.


Celas foram revistadas

Após os detentos serem contidos e retirados de suas celas, profissionais da Susepe deram início a uma revista completa em toda a penitenciária. "A situação foi controlada e esteve sob controle após a chegada das forças policiais", comenta Maldaner. O objetivo da revista nas celas era encontrar o armamento utilizado na rebelião.

Após a vistoria na casa prisional, os detentos serão reencaminhados às suas celas no decorrer da tarde desta segunda.


Jornal de Gramado
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS