Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) estão protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Emílio Leobet, 1559, sala 21 - Bairro Avenida Central - Gramado/RS - CEP: 95670-000
Fones: (54) 3286.1666 - Fax: (54) 3286.4015

PUBLICIDADE
Odontologia

De softwares a novas técnicas: conheça as inovações para tratar os dentes

Recursos trazem benefícios para a Odontologia, com mais agilidade e conforto durante o tratamento
28/06/2018 10:49 28/06/2018 10:50

Divulgação
Planejamento virtual auxilia na definição do melhor tratamento
As novidades tecnológicas estão em toda parte. Na Copa do Mundo, o destaque é a utilização do sistema de árbitro de vídeo, conhecido como VAR. Usado pela primeira vez no torneio, o método está sendo determinante para os resultados dos jogos. Se no futebol essas inovações estão sendo revolucionárias, na saúde bucal não é nada diferente. Hoje, graças à tecnologia, a experiência de ir ao dentista e realizar tratamentos odontológicos está se tornando mais eficiente e confortável, tanto para o profissional, quanto para o paciente.

De softwares de visualização de imagens ao escaneamento de dentes, novas técnicas e ferramentas estão surgindo e abrindo um novo horizonte para a Odontologia. “Os recursos tecnológicos são indispensáveis para diagnósticos precisos e tratamentos menos invasivos”, destaca o professor e coordenador do curso de Odontologia da IMED Porto Alegre, Rodrigo Beltrão.

Arquivo on-line

Divulgação
Rodrigo Beltrão, professor
Hoje, os odontólogos conseguem planejar todo tratamento de forma virtual. Os exames de imagem são compartilhados rapidamente e, muitas vezes, os modelos físicos se tornam desnecessários, explica Beltrão. Antes mesmo do início, o procedimento consegue ser visualizado por todos os envolvidos, de profissionais ao paciente. É possível gerar arquivos virtuais que são facilmente compartilhados para qualquer lugar do mundo. “Isso permite a chance de trocar informações com outros especialistas, com o propósito de desenvolver o melhor tratamento possível. A tecnologia tirou as fronteiras da Odontologia”, afirma.

Novidades já usadas pelos dentistas no País

Scanner intrabucal

Realiza uma reconstrução virtual em 3D da parte interna da boca do paciente. Torna desnecessário o desconforto dos moldes físicos e oferece mais liberdade para o profissional trabalhar. É fundamental para fazer o planejamento virtual do tratamento.

Planejamento virtual

Permite que os tratamentos sejam realizados de forma precisa e rápida. É uma plataforma que une exames e imagens para melhor indicar como o procedimento deve ser efetuado. É possível compartilhar as informações com outros odontólogos, com pacientes e laboratórios.

Impressão 3D

Já é uma realidade no Brasil. Próteses 3D são impressas em diferentes materiais, como acrílico e cerâmica. Possibilita criar e personalizar modelos e aparelhos ortodônticos. Como é criado a partir de um modelo virtual, pode ser facilmente replicado.

Cirurgia guiada

Com assistência computadorizada, reúne o planejamento virtual e as imagens para definir o tipo de implante e onde será posicionado. Oferece mais segurança e previsibilidade do tratamento. Otimiza tanto o tempo de cirurgia quanto a recuperação do paciente.

Casos estéticos

Em casos estéticos, o paciente pode contribuir na construção do seu sorriso ideal. Para isso, entra em campo o Digital Smile Design (DSD). Ferramenta de planejamento virtual, o DSD faz desenhos digitais a partir de fotos e filmagens da boca do paciente. “Por meio destas imagens, o profissional consegue traçar um plano preciso para o tratamento e, assim, obter uma maior previsibilidade do resultado final’’, diz Beltrão.

Recuperação rápida

Outra tecnologia que está transformando a área é a cirurgia guiada. Realizada com assistência computadorizada, é uma forma mais precisa e rápida de executar procedimentos. Além disso, esse recurso otimiza o tempo de recuperação dos pacientes. Em muitos casos, pode dispensar até o acesso cirúrgico. “Possibilita que o profissional fique mais seguro e o paciente tenha uma cirurgia mais bem planejada e em menor tempo”, ressalta Rodrigo Beltrão.

Novos profissionais

Diante desse cenário, a educação dos novos profissionais da Odontologia também precisa ser atualizada. Estes recursos deverão ser aplicados em massa e, por conta de sua complexidade, precisam de treinamentos adequados. Para Beltrão, quem não estiver preparado terá dificuldade de se adaptar a essa nova realidade. Mais do que isso, porém, essa tecnologia se tornará mais presente em todas as esferas sociais. “A educação é de grande importância para que o aluno possa ser um agente transformador”, sublinha.


Jornal de Gramado
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS