Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) estão protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Emílio Leobet, 1559, sala 21 - Bairro Avenida Central - Gramado/RS - CEP: 95670-000
Fones: (54) 3286.1666 - Fax: (54) 3286.4015

PUBLICIDADE
Noite de sexta

Três pessoas são mortas e duas ficam feridas durante tiroteio em Gravataí

Conjunto Habitacional no Planaltina voltou a ser notícia após triplo homicídio no final da noite desta sexta-feira (08)
09/06/2018 15:51 09/06/2018 16:46

Às 22h15 de sexta-feira (8), quatro homens, possivelmente armados com fuzis, invadiram o Conjunto Habitacional PAC do Planaltina, em Gravataí, e dispararam quase 30 tiros contra um grupo de pessoas que estavam em um pequeno quiosque. Três homens morreram na hora. Outras duas pessoas ficaram feridas e foram socorridas para a emergência do Hospital Dom João Becker, segundo a polícia.

De acordo com a Polícia Civil, o ponto onde estavam as vítimas era conhecido pelo tráfico de drogas. Ao que tudo indica, a execução teria sido realizada por um grupo de criminosos rivais na tentativa de se livrar da concorrência na venda ilegal. Segundo testemunhas relataram às autoridades, eles teriam chegado ao local em um "carro escuro"; alguns apontaram ser um Chevrolet Ônix preto. Moradores contam até que o grupo saiu do local atirando a esmo, "como se estivesse em um filme de ação".

Investigação

A Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Gravataí deu início à investigação na noite de sexta. A polícia identificou as vítimas ainda no final da mesma noite. Estão entre os mortos pai e filho de 55 e 30 anos, sendo que o mais velho já tinha diversos antecedentes criminais. Conforme os agentes da Homicídios, testemunhas apontaram um confronto entre facções ligadas ao tráfico de drogas "Manos contra Anti-Balas", porém garantem que há vítimas que não têm qualquer ligação com criminosos. 

Moradores vivendo sob tensão

Na manhã de sábado (9), o clima era pesado no residencial. Nossa equipe de reportagem entrou em contato com alguns moradores, que disseram estar vivendo sob tensão. Embora tiros no local nem cheguem a ser novidade, as constantes ameaças têm deixado as pessoas em polvorosa. É frequente a movimentação de figuras suspeitas passando durante a noite pela frente do condomínio.

Na noite de 14 de abril, por exemplo, um grupo de homens fortemente armados já teria tentado investir contra o lugar, mas acabou recuando por motivos ainda desconhecidos. "A gente sempre fica sabendo que estão rondando por aqui", desabafou um morador que preferiu não ser identificado. "Então, quando acontece essas coisas, o cara fica triste, mas já nem estranha mais."

Policiamento reforçado

A Brigada Militar (BM) informou que já reforçou o policiamento na área. O 17º Batalhão da Polícia Militar (BPM) deve manter viaturas rondando o local durante todo o final de semana. O receio é que um novo ataque possa acontecer.


Jornal de Gramado
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS