Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) estão protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Emílio Leobet, 1559, sala 21 - Bairro Avenida Central - Gramado/RS - CEP: 95670-000
Fones: (54) 3286.1666 - Fax: (54) 3286.4015

PUBLICIDADE
Boa nova

Parque Knoor é tombado como patrimônio histórico e ambiental de Gramado

Espaço teve reconhecido o seu valor histórico e natural pela Prefeitura de Gramado
08/06/2018 10:20 08/06/2018 10:46

Ilton Müller/GES-Especial
Na terça-feira (5), Dia Mundial do Meio Ambiente, o prefeito Fedoca Bertolucci assinou o decreto de tombamento do atrativo turístico
Os valores histórico e paisagístico do Parque Knorr foram reconhecidos nesta semana pela administração municipal de Gramado. Na terça-feira (5), Dia Mundial do Meio Ambiente, o prefeito Fedoca Bertolucci assinou o decreto de tombamento do atrativo turístico. No local está instalado, atualmente, o parque Aldeia do Papai Noel, que segue com suas atividades normais.

Impedir construções
O estudo para o tombamento da área de nove hectares vem sendo feito desde 2017, com consultas ao Conselho de Proteção Histórico, Artístico e Cultural de Gramado, Ministério Público, Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado (IPHAE) e as Secretarias da Cultura e de Meio Ambiente do município.

Na prática, com o tombamento, a proprietária (Rede Tropical de Hotéis, empresa da antiga Varig) não poderá construir nenhuma edificação dentro de toda a área tombada, incluindo o estacionamento. E no entorno, para qualquer construção, será necessário exame das entidades responsáveis pela preservação do patrimônio e pelo Conselho, para não afetar a visualização do parque. “É uma espécie de cautela para prevenir um ato tresloucado de algum devastador que possa destruir parcial ou totalmente este pedaço de céu localizado no Centro de Gramado”, afirmou o prefeito Fedoca Bertolucci ao justificar o tombamento do imóvel que soma nove hectares.

Embasada em pareceres técnicos

O decreto assinado pelo prefeito Fedoca Bertolucci também foi amparado em pareceres técnicos do IPHAE – Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado e Centro de Apoio Operacional da Ordem Urbanística e Questões Fundiárias do Ministério Público do RS feitos em 2016, por solicitação do Ministério Público de Gramado. Os pareceres indicaram a relevância histórica e ambiental do Parque Knorr.

O promotor Max Guazelli solicitou os pareceres após mobilização da comunidade que, em junho de 2016, se posicionou contra a proposta da administração municipal da época que pretendia permitir a construção de prédios em parte da área. Como contrapartida, o município receberia parte do terreno onde seria construído um anfiteatro.

Aldeia do Papai Noel continua

A decretação da área do Parque Knorr como patrimônio histórico e ambiental de Gramado não afeta as atividades do Parque Aldeia do Papai Noel, que funciona neste local há 20 anos. No entanto, esse empreendimento turístico também não poderá fazer qualquer outra edificação no terreno sem autorização do Conselho de Proteção Histórico, Artístico e Cultural de Gramado, explica o prefeito Fedoca Bertolucci.

A Aldeia do Papai Noel arrendou a área da Rede Tropical de Hotéis, que pertencia à Varig (companhia aérea gaúcha que teve sua falência decretada em 2009). A direção da Aldeia do Papai Noel comemorou a assinatura do decreto. A direção do empreendimento agradece à comunidade gramadense que se mobilizou para a preservação do parque em junho de 2016, quando existia o risco do local receber três prédios.


Jornal de Gramado
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS