Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) estão protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Emílio Leobet, 1559, sala 21 - Bairro Avenida Central - Gramado/RS - CEP: 95670-000
Fones: (54) 3286.1666 - Fax: (54) 3286.4015

PUBLICIDADE
Brasileirão

Trabalho para acabar com o jejum colorado

Há cinco jogos sem vencer e sem marcar gols, Inter se prepara para encerrar essa sequência contra a Chapecoense
15/05/2018 20:05 15/05/2018 20:08

Ricardo Duarte/Inter
Atacante Rossi mostrou entrega tática durante o empate no Gre-Nal
Somando-se Copa do Brasil e Brasileirão, o Inter já está há cinco jogos sem vencer e sem marcar gols. A situação está “tirando o sono” dos jogadores colorados, como reconheceu o atacante Rossi em entrevista coletiva nesta terça-feira. Depois do 0 a 0 com o Grêmio, no clássico do sábado passado, o time vermelho volta a entrar em campo pela competição nacional de pontos corridos na próxima segunda-feira, quando recebe a Chapecoense, às 20 horas, no Estádio Beira-Rio. Com cinco pontos, os colorados ocupam a 16ª posição na tabela de classificação, a primeira fora da zona de rebaixamento. Mas a proximidade com o Z4 preocupa, já que o Bahia, primeiro integrante da “zona da degola”, está com a mesma pontuação.

“Tira o sono da gente que é atacante, que tem a responsabilidade de fazer os gols. Mas viemos trabalhando forte para criar e a bola poder entrar, somar os pontos. Todo mundo que joga ali na frente está engasgado para fazer os gols. Se Deus quiser, contra a Chape vai sair”, apontou o atacante Rossi, um dos cotados a seguir entre os titulares caso o meia D’Alessandro não se recupere da lesão muscular que o tirou do Gre-Nal. “Estamos ansiosos para vencer e não nos afastarmos do pelotão de cima. Conquistamos um ponto importante contra o Grêmio fora de casa. Esperamos colocar em prática nosso poder ofensivo contra a Chapecoense”, projetou.

VERMELHAS

O volante Edenilson, que se recupera de uma lesão no joelho esquerdo, e o meia D’Alessandro, com uma lesão muscular, correram no gramado durante a atividade da manhã de terça no CT Parque Gigante. Eles seguem como dúvidas para os próximos jogos do Inter.

“Temos atacantes com qualidade para resolver. Não podemos nos abalar (pela falta de gols). Precisamos ter calma e somar pontos. Por um detalhe ou outro, erramos. Temos muita qualidade para fazer frente a qualquer um do Brasil”, disse o lateral Zeca, sobre a “seca” do ataque colorado.


Jornal de Gramado
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS