Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) estão protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Emílio Leobet, 1559, sala 21 - Bairro Avenida Central - Gramado/RS - CEP: 95670-000
Fones: (54) 3286.1666 - Fax: (54) 3286.4015

PUBLICIDADE
Melhorias

Verba de R$ 100 mil para o Presídio de Canela

Investimento será destinado à aquisição de equipamentos e construção de celas e muro
13/04/2018 11:30 13/04/2018 11:30

Letícia de Lima/GES-Especial
O presídio conta atualmente com 248 apenados. A capacidade é de 90 presos
Que as dificuldades financeiras do Estado refletem nas instituições estaduais situadas em nossa região não é uma novidade. Mas os esforços que cada órgão público busca para se manter e, de certa forma, melhor o trabalho que desenvolvem, são contínuos. Um exemplo disso é o Presídio Estadual de Canela que, mesmo em regime de interdição parcial devido a superlotação, vem recebendo melhorias incentivadas pelo Poder Judiciário, comunidade, entidades e empresários da região. Mais uma vez a unidade prisional receberá investimentos, que desta vez serão voltados à segurança dos agentes penitenciários e melhorias estruturais da cadeia.

Serão R$100 mil destinados a construção de duas celas exclusivas para presos provisórios, aquisição de quatro coletes a prova de balas e algemas, além da construção do muro completando toda a área do presídio. A verba foi anunciada pelo juiz da 1ª Vara de Canela, Vancarlo Anacleto (foto), em coletiva de imprensa realizada na tarde desta quinta-feira, dia 12. Na ocasião, também foram mostradas reformas que já estão ocorrendo no local com mão de obra prisional. A verba, segundo o magistrado, é oriunda do Poder Judiciário (R$ 70 mil) e da empresa Gramado Parks (R$ 30 mil). Além disso, busca-se o cercamento eletrônico de toda a penitenciária, que deve ser executada em parceria com o Município de Canela. “São iniciativas que compensam um pouco a falta de pessoal da Susepe e a falta de investimentos do Estado em equipamentos de segurança e estrutura”, declarou o juiz Vancarlo.

SUPERLOTAÇÃO

Letícia de Lima/GES-Especial
Juiz da 1ª Vara de Canela, Vancarlo Anacleto
O presídio conta atualmente com 248 apenados. A capacidade é de 90 presos. Com a interdição parcial, apenas detentos de Gramado e Canela (ou em casos de permuta), estão sendo recebidos na unidade local.





Qualificação da mão de obra prisional
O trabalho realizado com os detentos do Presídio Estadual de Canela vem sendo um diferencial na unidade prisional da região ao longo dos últimos anos. Entre eles está o projeto de marcenaria e a horta mantida pelos apenados. A intenção, segundo o juiz Vancarlo, é continuar investindo em profissionalização da mão de obra prisional. Em breve, os detentos devem receber oficinas de culinária com um chef de cozinha voluntário e aulas com um profissional de agronomia para melhor manutenção da horta. “É uma maneira de dar outra visão ao interno, uma possibilidade de trabalho longe do crime. Sem contar que eles um dia retornarão ao convívio com a sociedade. Depois de cumprirem suas penas, os detentos veem muitas vezes as portas se fecharem ou realmente nunca tiveram uma qualificação, então temos uma preocupação de desenvolver todo este lado social”, frisou o magistrado. O trabalho desenvolvido pelos apenados que apresentam bom comportamento é revertido como remissão de pena.

OBRAS EM ANDAMENTO
Foto presídio 2: Os apenados trabalham na reforma geral do local onde funciona a sala de aula, cultos e visitas em dia de chuva. O local dispõe também de uma mesa de pingue pongue.


BM receberá coletes
No último dia 3 o Poder Judiciário de Canela autorizou a liberação de mais de R$ 22 mil reais para a aquisição de coletes para a Brigada Militar (BM) na cidade. “Nossos policiais estão saindo para a rua com coletes vencidos. Para ver a que ponto chega a omissão do Estado”, lamentou o juiz Vancarlo. A BM na cidade receberá, ainda, a doação de um etilômetro (aparelho usado para o teste conhecido popularmente como “bafômetro”). “Antes a guarnição de Canela, quando atendia este tipo de ocorrência, precisava ir atrás do equipamento de Gramado”, relatou.


SAIBA MAIS
- O Presídio de Canela recebeu um Scanner Raio-X que será utilizado em revistas de bagagens. Assim que os agentes penitenciários forem treinados para manusear o equipamento, o aparelho será colocado em funcionamento durante as revistas;
- Segundo o juiz Vancarlo, todo o valor das verbas de penas alternativas estão sendo investidas na área da segurança pública;
- Nas últimas obras efetuadas na unidade prisional de Canela não foram gastos nenhum valor com mão de obra, as reformas são feitas pelos próprios presos;
- De acordo com o juiz, o apoio de empresários e entidades como o Mocovi de Gramado são fundamentais para o andamento destas melhorias;
- Nos últimos três anos, foram investidos R$ 200 mil em reformas no Presídio de Canela;
- Há cerca de dois anos foi construído o muro em frente ao estabelecimento prisional, também construído pelos detentos. Por isso agora, a prioridade é murar toda a área, já que os espaços com cercas estão vulneráveis a fugas e entrega de materiais indevidos aos apenados;


Jornal de Gramado
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS