Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Emílio Leobet, 1559, sala 21 - Bairro Avenida Central - Gramado/RS - CEP: 95670-000
Fones: (54) 3286.1666 - Fax: (54) 3286.4015

PUBLICIDADE
Investimento

Obras do Cais Mauá começam na segunda-feira e primeira fase deve ser entregue em dois anos

Ordem de início dos trabalhos foi assinada pelo governador Sartori, pela Cais Mauá do Brasil e prefeitura de Porto Alegre
01/03/2018 14:56 01/03/2018 14:57

Luiz Chaves/Piratini
São mais de 180 m² dedicados à cultura, lazer, gastronomia, turismo, negócios e eventos

A revitalização do Cais Mauá, em Porto Alegre, já tem data para começar: segunda-feira, 5 de março de 2018. E, nesta quinta-feira (1º), a ordem de início dos trabalhos foi assinada pelo governador José Ivo Sartori, representantes da empresa Cais Mauá do Brasil e da prefeitura da capital. O evento aconteceu no Armazém B2. O custo total da revitalização é estimado em cerca de R$ 500 milhões, com investimentos privados, e as obras devem ser concluídas em seis anos.

O projeto de revitalização está dividido em três fases. A primeira, que começa na segunda-feira (5), é a restauração de 11 armazéns do Cais - do A6, no extremo da Usina do Gasômetro, até o B3, próximo à rodoviária de Porto Alegre -, e deve durar dois anos. A estimativa de investimento para a revitalização dos armazéns é de R$ 140 milhões. A segunda fase corresponde ao setor Docas que prevê a construção de torres comerciais com serviço de hotelaria, centro de convenções e estacionamento e a recuperação da Praça Edgar Schneider. A última fase é a área do Gasômetro, ao norte, que deve receber um centro comercial.

Sartori lembrou que a população espera por mais de 30 anos que o Cais seja revitalizado e, hoje, o Estado firmou esse compromisso. "Sempre deixei claro que não temos preconceitos em construir parcerias com a iniciativa privada e determinei que o governo do Estado, a Secretaria dos Transportes e todos os órgãos estaduais envolvidos na revitalização do Cais Mauá se empenhassem ao máximo para destravar o processo e finalmente tirar essa obra do papel", salientou.

Revitalização mais perto de ficar pronta

Luiz Chaves/Piratini
Ordem de início dos trabalhos foi assinada pelo governador Sartori, pela Cais Mauá do Brasil e pela prefeitura de Porto Alegre

O complexo Cais Mauá será revitalizado em uma extensão de 3,2 quilômetros (km) com ciclovia, 10 praças de lazer e área verde. São mais de 180 metros quadrados (m²) dedicados à cultura, lazer, gastronomia, turismo, negócios e eventos. Além de desenvolver o turismo do Rio Grande do Sul, quando o projeto estiver finalizado, deve gerar aproximadamente 28 mil empregos diretos e indiretos.

O secretário dos Transportes, Pedro Westphalen, salientou que o maior cartão postal de Porto Alegre e do Rio Grande do Sul vai ser entregue à sociedade. “Esse é um momento importante. O governo assumiu com comprometimento a determinação do governador de fazer o que precisa ser feito. Enfrentamos grandes desafios e hoje podemos comemorar. A revitalização é uma conquista construída por muitas mãos e agora está chegando cada vez mais perto dos gaúchos”, destacou Westphalen.

João Carlos Mansur, presidente da Reag Investimentos, responsável por administrar o Fundo de Investimentos em Participações Cais Mauá do Brasil, financiador da obra, assumiu o compromisso de trazer de volta a Porto Alegre um Cais agradável para toda a população. “Não estamos fazendo um projeto regional, ele vai ecoar nacionalmente. É um orgulho para nós fazer uma Porto Alegre mais alegre. Agora, é hora de caminhar para frente”, enfatizou.

O prefeito de Porto Alegre, Nelson Marchezan Júnior, disse que esse é um passo importante para a cidade, para o governo e para os investidores. Ele agradeceu pela empresa não ter desistido da revitalização ao longo dos anos de negociações.”Contem com a gente para destravar e buscar recursos, essa revitalização é muito importante para nós”, afirmou.


Jornal de Gramado
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS