Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Emílio Leobet, 1559, sala 21 - Bairro Avenida Central - Gramado/RS - CEP: 95670-000
Fones: (54) 3286.1666 - Fax: (54) 3286.4015

PUBLICIDADE
Homicídio

Após briga, homem é morto pela companheira

Em 2017, ela já havia denunciado o marido pela Lei Maria da Penha
08/03/2018 11:47 08/03/2018 11:47

Uma discussão entre um casal resultou em um óbito, em Gramado. O crime foi registrado na quarta-feira, dia 7, pouco antes da meia-noite, em uma residência do bairro Floresta, na Rua Tristão de Oliveira. Vizinhos acionaram a Brigada Militar por meio do 190, após ouvirem resquícios de discussão de um casal. A ambulância do Corpo de Bombeiros também foi acionada.
Ao chegar à casa, a BM encontrou Alessandro Padilha dos Santos, de 36 anos, caído sobre o chão da cozinha, com ferimentos graves no abdômen. A perfuração foi executada com uma faca, que foi apresentada à Brigada Militar pela companheira de Alessandro.
De início, segundo a BM, ela relatou ter ocorrido um acidente. Em seguida, explicou que haviam discutido – e, enquanto ela lavava a louça, o marido teria tentado a segurar de modo forçado pelo braço. Como reação, a mulher de 27 anos deflagrou um golpe de faca no abdômen da vítima.
Alessandro foi socorrido e encaminhado com vida ao Hospital Arcanjo São Miguel, mas veio a óbito devido à gravidade dos ferimentos.

Prisão: homicídio doloso
Após conversa com a Brigada Militar, a mulher foi encaminhada à Delegacia de Polícia de Gramado. “O delegado de plantão a atendeu, mas ela preferiu não se manifestar. A faca foi apreendida”, conta o delegado de Polícia Civil de Gramado, Gustavo Barcellos. Depois de ser informado dos fatos, este delegado de plantão entendeu que, devido às evidências, a esposa é a responsável pelo crime. Ela foi presa em flagrante por homicídio doloso, quando há intenção de matar. “Foi compreendido que a versão apresentada por ela era incompatível com os fatos”, comenta Barcellos.

Investigação: famílias serão ouvidas
A Delegacia de Gramado já iniciou as investigações do caso. Na manhã desta quinta-feira, dia 8, foram ouvidos familiares e pessoas próximas da vítima. “A mãe dele e alguns vizinhos conversaram conosco”, conta o delegado. Também devem testemunhar parentes da mulher presa.
O corpo de Alessandro foi enviado para necropsia. A perícia poderá, em seguida, fornecer mais detalhes do ocorrido.

Denúncias contra o companheiro
Em fevereiro e em maio de 2017, segundo a BM, a mulher já havia realizado duas denúncias contra Alessandro – ambas se enquadram na Lei Maria da Penha. O casal tem um bebê de dois meses de idade, que estava dormindo no momento da ocorrência. Ela ainda tem um filho de oito anos, fruto de outra relação. Alessandro também deixa três filhos de um relacionamento anterior.


Jornal de Gramado
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS