Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Emílio Leobet, 1559, sala 21 - Bairro Avenida Central - Gramado/RS - CEP: 95670-000
Fones: (54) 3286.1666 - Fax: (54) 3286.4015

PUBLICIDADE
Veja entrevista

Depressão pode afetar o tratamento do câncer

Oncologista Antonio Fabiano Ferreira Filho fala sobre causas, tipos, prevenção e tratamento da doença
22/02/2018 14:53 22/02/2018 15:00

Divulgação
Oncologista clínico da Oncosinos, Antonio Fabiano Ferreira Filho
O oncologista clínico da Oncosinos, Antonio Fabiano Ferreira Filho, aborda em entrevista as causas, os tipos, prevenção e o tratamento do câncer.

Ele salienta ainda que a depressão dificulta ao paciente seguir de forma adequada o seu tratamento oncológico.

“Alguns pacientes não tomam de forma correta a medicação prescrita, o que diminui as chances de sucesso do tratamento oncológico. A depressão deve ser diagnosticada e tratada o mais rapidamente possível para aumentar a chance de cura e a qualidade de vida dos pacientes oncológicos”, acrescenta o especialista.

O câncer pode ser hereditário?
Sim. Existem diversas alterações genéticas que podem ser passadas de uma geração a outra e que aumentam o risco do desenvolvimento de câncer. O exemplo mais conhecido são alterações nos genes BRCA1 e BRCA2 que aumentam os riscos de desenvolvimento de câncer de mama e de ovário. Diversos tumores, tais como o câncer de intestino, especialmente quando acomete pacientes mais jovens (abaixo dos 40 anos), podem também estar correlacionados com alterações genéticas hereditárias, associadas a genes de reparo do DNA.

Quais são os tipos de câncer mais comuns?
Os tipos de câncer mais comuns no Sul do País são o de mama, próstata, colo de útero, pulmão, ovário, intestino e melanoma. Todos são passíveis de cura, quando detectados em estágios mais precoces.

Existem algumas formas de prevenir o câncer?
Sim. Podemos nos prevenir contra o fator ambiental relacionado ao câncer, aquele que depende de nossas decisões, como não fumar ou procurar auxílio médico para parar de fumar. Outras ações importantes são evitar o sedentarismo com a prática de exercícios regulares (caminhar pelo menos duas a três horas por semana), evitar ingestão excessiva e frequente de bebidas alcoólicas, manter o peso o mais próximo possível do ideal, a vacinação de jovens. A população também precisa ter acesso a exames preventivos de papanicolau, mamografia e colonoscopia.

A depressão pode ajudar a desencadear algum tipo de câncer?
Os estudos científicos que indicam uma relação causal entre depressão e câncer não são conclusivos até o momento. É importante enfatizar, no entanto, que a depressão é uma doença séria que dificulta ao paciente seguir de forma adequada o seu tratamento oncológico. Por exemplo, por causa da depressão, alguns pacientes não tomam de forma correta a medicação prescrita, o que diminui as chances de sucesso do tratamento
oncológico. A depressão deve ser diagnosticada e tratada o mais rapidamente possível para aumentar a chance de cura e a qualidade de vida dos pacientes oncológicos.

Como a família e amigos devem agir para ajudar uma pessoa com essa doença?
Tratando-a da forma mais natural possível, da mesma forma como a tratavam anteriormente, e colocando-se a disposição para ajudar no que for preciso. Pequenos atos podem ser muito importantes: voluntariando-se para levar o paciente às consultas ou às sessões de tratamento. É importante que o paciente se sinta pertencente a uma comunidade e a família lhe dê suporte efetivo.

As pessoas diagnosticadas com a doença devem recorrer a quem?
O paciente deve consultar um oncologista clínico, que o indicará um plano adequado de tratamento. Claro que situações de urgência e emergência não permitem a consulta inicial com o oncologista.


Jornal de Gramado
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS