Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Emílio Leobet, 1559, sala 21 - Bairro Avenida Central - Gramado/RS - CEP: 95670-000
Fones: (54) 3286.1666 - Fax: (54) 3286.4015

PUBLICIDADE
Perda de peso

Entenda em quais casos é indicada a cirurgia bariátrica

Antes da intervenção, tratamento da obesidade exige: mudança nos hábitos, dieta e exercícios físicos
16/01/2018 13:14 16/01/2018 13:18

Divulgação
FLÁVIA: médica fez a primeira cirurgia no Bom Pastor
O tratamento da obesidade é multidisciplinar. Mudança nos hábitos de vida, dieta e exercícios físicos são as primeiras medidas a serem tomadas.

Na falha desta primeira abordagem, ainda podem ser associados medicamentos que auxiliam na perda de peso. No entanto, a falha destas medidas em pacientes com obesidade grau II ou obesidade mórbida (IMC acima de 40 Kg/m²) é grande.

Daí que a cirurgia bariátrica acaba sendo indicada para aqueles pacientes com obesidade grau II (IMC > 35 Kg/m²) que tenham doenças associadas a obesidade ou obesidade grau III (IMC > 40 Kg/m²) com ou sem doenças associadas.

“O tratamento cirúrgico somente pode ser indicado após a falha no tratamento clínico e nutricional”, diz a médica do Hospital Bom Pastor, de Igrejinha, Flávia Feier, que realizou no final do ano passado a primeira cirurgia bariátrica no Centro Cirúrgico do HBP.

Doença

A cirurgia bariátrica é um procedimento para reduzir o estômago, que busca auxiliar na redução do peso em pessoas com o Índice de Massa Corporal muito elevado. Segundo a Organização Mundial da Saúde, a cirurgia está indicada para pacientes com IMC acima de 35 Kg/m² que tenham complicações como apneia do sono, hipertensão arterial, diabetes, aumento de gorduras no sangue e problemas articulares, ou para pacientes com IMC maior que 40 Kg/m² que não tenham obtido sucesso na perda de peso após dois anos de tratamento clínico.

Além da perda importante de peso, existe melhora nas outras doenças associadas a obesidade, como diabetes, hipertensão arterial, gorduras no sangue e dores articulares.

Maior controle

Os hábitos de vida atuais propiciam a obesidade. Sedentarismo, consumo de alimentos industrializados, alimentos ricos em gordura e excesso de carboidratos. Existe também uma tendência genética. Quando os pais são obesos, a chance dos filhos serem obesos aumenta.

Obesidade é uma doença. É caracterizada pelo excesso de gordura corporal, classificada através do índice de massa corporal (IMC). Quando este índice está acima de 30 Kg/m² já existe obesidade. Pessoas com obesidade podem desenvolver diversos problemas a sua saúde, como: pressão alta, diabetes, problemas cardíacos, AVC, apneia do sono, entre outros.

Pessoas com os critérios anteriormente mencionados passam por uma avaliação pré-operatória extensa, inclusive devem consultar com outros especialistas para avaliação do risco da cirurgia. Consultas pré-operatórias com nutricionista e psicólogo são de suma importância nesta avaliação.

As doenças associadas devem estar bem controladas antes do paciente ser liberado para a cirurgia. Normalmente é realizada uma dieta especifica já no pré-operatório e que depois deve ser seguida no pós-operatório.

Cirurgias bariátricas visam reduzir a capacidade do estômago (procedimento restritivo) e desviar o trânsito intestinal (procedimento disabsortivo), existindo também os procedimentos mistos. As duas técnicas cirúrgicas mais realizadas no Brasil atualmente são o Bypass Gástrico e o Sleeve (Gastrectomia vertical, sleeve e gastrectomia em manga são sinônimos).

Ambos procedimentos levam a uma perda de 70-80% do excesso de peso do paciente. A perda de peso vai variar de pessoa para pessoa, principalmente o quanto será o comprometimento com a mudança da dieta e adequação a novos hábitos de vida após a cirurgia.


Jornal de Gramado
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS