Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Emílio Leobet, 1559, sala 21 - Bairro Avenida Central - Gramado/RS - CEP: 95670-000
Fones: (54) 3286.1666 - Fax: (54) 3286.4015

PUBLICIDADE
Crime hediondo

Homem é preso por abusar das filhas de 4 e 6 anos

Crime ocorreu no ano passado, mas os fatos foram revelados na semana passada
08/01/2018 18:08 08/01/2018 18:08


Divulgação
Mãe e duas filhas estão sob medida protetiva
Um sujeito de 38 anos foi preso preventivamente - ou seja, por tempo indeterminado - na sexta-feira, dia 5, por ter abusado sexualmente de suas duas filhas: uma de quatro e outra de seis anos (idades atuais). A violência aconteceu, segundo as investigações da Polícia Civil de Gramado, no ano de 2016.

Os fatos, no entanto, só foram revelados na semana passada, após a mãe das meninas buscar auxílio em um posto de saúde de Gramado. Ela teria solicitado ao médico remédios para poder dormir. “Em conversa com a equipe do posto, a mãe revelou os fatos de abuso contra suas filhas. Os profissionais da saúde, então, acionaram o Conselho Tutelar, que informou a Polícia Civil”, explica o delegado à frente das investigações, Gustavo Barcellos.

Mãe e crianças prestaram depoimento
Após tomar conhecimento do caso, o Conselho Tutelar encaminhou a mãe e as duas meninas à Delegacia de Polícia. A partir dos depoimentos da mulher e da menina mais velha, de seis anos, a Civil interpretou que havia elementos suficientes para garantir a materialidade da autoria do caso. “Então pedimos ao Poder Judiciário a decretação da prisão do sujeito”, confirma Barcellos.

Medidas protetivas
Até esta semana, a mãe e as duas filhas ainda residiam junto do pai. Depois da prisão, foram solicitadas medidas protetivas às vítimas, que estão na casa de familiares em outra cidade. A Polícia Civil não divulgou os nomes dos envolvidos e nem detalhes da localização do crime para não identificar a família.


Jornal de Gramado
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS