VOLTAR
FECHAR

Rua Emílio Leobet, 1559, sala 21 - Bairro Avenida Central - Gramado/RS - CEP: 95670-000
Fones: (54) 3286.1666 - Fax: (54) 3286.4015

XYZ

Morreu o mágico gaúcho Tio Tony

Apresentador de tevê e animador, prestidigitador morreu nesta segunda-feira (18) .

Reprodução Facebook
O mágico Tio Tony
Morreu nesta segunda-feira em Porto Alegre Paulo Roberto Martins, o mágico e animador conhecido pelo nome artístico de Tio Tony. A informação é do Jornal do Comércio. Natural de Rio Grande, ele atuava como prestidigitador e mágico desde os anos 70. Nos anos 80 ganhou projeção estadual como apresentador de tevê. Também teve loja de mágicas na capital durante muitos anos, e desde 2004 trabalhava com animação de festas infantis.

A causa da morte não foi divulgada, e a própria idade de Tio Tony era mantida em segredo pelo mágico. Ele havia sido internado no final de semana no Hospital Independência.

 

Morreu o ator Harry Dean Stanton, de Paris Texas e Alien

Morte, aos 91 anos, foi de causas naturais, em Los Angeles.

Divulgação
O ator Harry Dean Stanton, em cena de Paris Texas (1984)
O ator americano Harry Dean Staton, conhecido por seu trabalho em "Paris, Texas" e nas séries "Big Love" e "Twin Peaks", faleceu nesta sexta-feira (15), aos 91 anos, após uma carreira com quase 150 filmes e séries de televisão. Grande amigo de Jack Nicholson, Sean Penn e Marlon Brando, Stanton morreu em um hospital de Los Angeles, de "causa natural", informou seu agente, John S Kelly.

Ficou marcado pelos papéis de um pai com amnésia em "Paris, Texas", um gangster em "Straight Time", o mecânico de "Alien, o oitavo passageiro", e o agente do FBI em "O Poderoso Chefão II". Não era um nome conhecido, mas tinha um rosto inconfundível.

Fumante e bebedor inveterado, trabalhou com David Lynch na série cult "Twin Peaks", que voltou recentemente após 20 anos de ausência. "Partiu outro grande", escreveu Lynch no Twitter.

Um dos seus mais recentes trabalhos foi como o polígamo patriarca Roman Grant em "Big Love". Músico apaixonado, também fundou a eclética "The Harry Dean Stanton Band", que mesclava música mexicana, jazz e outros gêneros.


Bingo foi o escolhido do Brasil para tentar o Oscar 2018

Anúncio foi feito nesta sexta-feira (15) em São Paulo.

Alisson Louback/Divulgação
Vladimir Brichta interpreta o personagem-título em Bingo, o Rei das Manhãs, que vai tentar ficar entre os cinco indicados a melhor filme estrangeiro do Oscar 2018
A Academia Brasileira de Cinema anunciou que Bingo - O Rei das Manhãs, com direção de Daniel Rezende,  é o longa nacional escolhido para concorrer ao prêmio de melhor filme em língua estrangeira no Oscar no próximo ano. A decisão foi divulgada ao meio dia de hoje (15), na Cinemateca, na capital paulista. Mais de 200 membros da comissão formada por profissionais da área cinematográfica ajudaram na tomada de decisão.

Jorge Peregrino, vice-presidente da academia, avalia que a safra de filmes apresentados este ano mostrou muita qualidade, mas Bingo superou expectativas. O drama aborda a vida de Arlindo Barreto, um dos intérpretes do palhaço Bozo na televisão brasileira na década de 80. Apesar da fama, ele não era reconhecido pelo público na rua, o que o levou à frustração e envolvimento com drogas. Bingo concorreu com outros 22 filmes.

O cineasta e produtor João Daniel Tikhomiroff, membro da comissão, disse que foram levados em conta quesitos como universalidade, linguagem cinematográfica e compreensão internacional. "Bingo preenche todos os quesitos", declarou. "Além de ser extremamente bem estruturado, com roteiro, elenco e edição, é muito bem-feito. Nos deixou bastante impactados e este é o primeiro critério que focamos", avalia.

Segundo ele, a escolha demorou mais que o esperado, já que a comissão era formada por membros com opiniões divergentes. "Foi difícil escolher, tinha obras muito relevantes. Teríamos pelo menos três ou quatro filmes que poderiam representar o Brasil." O cineasta Miguel Faria Júnior, também membro da comissão, disse que não focou no público dos Estados Unidos, onde será disputado o Oscar. "Quis escolher o filme mais importante, o melhor produzido no Brasil este ano. Normalmente, o que faz sucesso fora do Brasil são os mais provincianos, não são filmes com capa de marketing", disse.

Agora, Bingo será inscrito no Oscar, onde poderá ou não ser escolhido como um dos cinco indicados ao prêmio de Melhor Filme Estrangeiro.


Lembra dos Herculoides? Desenho fez meio século

Animação da Hanna-Barbera foi lançada em setembro de 1967.

Desenho dos Herculoides, da Hanna-Barbera, lançado em setembro de 1967Cultuada animação infantil da Hanna-Barbera, os Herculoides estão completando 50 anos. O desenho foi lançado em setembro de 1967, com apenas 36 episódios. Teve um remake em 1981, com 11 episódios.

A trama contava as aventuras de uma família em um planeta selvagem, composta por Zandor e a esposa Tara, com o filho pré-adolescente Dorno. Eles moravam em uma espécie de cogumelo gigante e lideravam um grupo de criaturas exóticas, junto às quais defendiam o planeta de invasores e pacificavam conflitos criados por vilões da própria vizinhança. Os animais incluíam um gorila de pedra (Igoo), um dragão voador que lançava raios (Zok), um rinoceronte/triceratops que lançava pedras explosivas (Tundro) e duas criaturas parecidas com fantasmas, que mudavam de forma: Gloop e Gleep. Zandor parecia ser uma espécie de rei, porque usava uma tiara parecida com uma coroa e todos os vilões o conheciam pelo nome. Alguns alienígenas inclusive queriam se vingar dele por motivos não explicados.

Os Herculoides faziam parte de uma grande safra criativa da Hanna-Barbera, que incluía vários super-heróis criados pelo desenhista e animador Alex Toth, o mesmo de Johnny Quest e Space Ghost. 

Ao longo de setembro, o XYZ vai falar de outros clássicos da HB que estão de aniversário.

Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS