Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Emílio Leobet, 1559, sala 21 - Bairro Avenida Central - Gramado/RS - CEP: 95670-000
Fones: (54) 3286.1666 - Fax: (54) 3286.4015

PUBLICIDADE
Saúde

Irmãs querem vender o Hospital Arcanjo São Miguel

Grupo de médicos de Gramado pretende fazer investimento
01/12/2017 11:09 01/12/2017 11:10

Divulgação
Encontro entre médico, advogados e religiosas aconteceu quarta
Após quatro anos à frente do Hospital Arcanjo São Miguel, de Gramado, a Associação Franciscana de Assistência à Saúde (Sefas) anunciou oficialmente o interesse de vender a casa de saúde.

Na quarta-feira desta semana, dia 29, as diretoras da Sefas, irmãs Ubaldina Silva e Ursula Ruckhaber, junto com seus dois advogados, reuniram-se com o médico Rafael França, que representa o grupo de profissionais da saúde de Gramado que pretende adquirir o São Miguel.

O encontro aconteceu no gabinete do prefeito Fedoca Bertolucci – que aprovou as propostas apresentadas por Rafael. “A aceitação de Fedoca não é necessária, mas se torna importante porque a ideia é que os futuros proprietários sigam com uma boa relação com a prefeitura”, explica um dos advogados da Sefas, Rodolfo Gehlen.

NEGOCIAÇÃO
Ao longo deste ano, outros grupos de médicos de todo o País demonstraram interesse em adquirir o Hospital São Miguel. No entanto, nenhuma das negociações foi adiante. “Agora, de nossa parte, está tudo confirmado. Resta apenas aguardar o investimento destes médicos para que a venda se concretize”, assegura Gehlen.


“Esperamos resolver o quanto antes esta questão”
A finalidade da Associação Franciscana é, segundo seu advogado, solucionar de modo rápido esta questão sobre a venda da casa de saúde. “Esperamos firmar este negócio porque é de interesse da Sefas e da própria comunidade de Gramado”, revela Rodolfo.


Prefeitura vai observar todas as propostas
O prefeito de Gramado confirma a informação de que não se opõe à ideia de compra do Hospital São Miguel. De acordo com ele, a prefeitura também não tem preferência a nenhum dos grupos que deseja realizar esta operação. “A administração municipal só vai observar se essas propostas por ventura vierem a trazer prejuízos ao interesse público”, esclarece Fedoca Bertolucci.


SAIBA MAIS
O valor da negociação não é divulgado pela Associação Franciscana.

O motivo do sigilo é preservar tanto a Sefas quanto os médicos que podem comprar o São Miguel.

Procurado pelo JG, o médico Rafael França não foi encontrado para explicar as intenções de compra do São Miguel.



Jornal de Gramado
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS