Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Emílio Leobet, 1559, sala 21 - Bairro Avenida Central - Gramado/RS - CEP: 95670-000
Fones: (54) 3286.1666 - Fax: (54) 3286.4015

PUBLICIDADE
Gramado

Mantida a suspensão dos atendimentos pelo SUS

Médicos do São Miguel decidiram ontem manter mobilização que já dura 71 dias
14/11/2017 09:24 14/11/2017 09:25


Arquivo GES
Desde o dia 4 de setembro, os médicos eles atendem somente urgências e emergências pelo SUS
Em Assembleia Geral Extraordinária do Corpo Clínico do Hospital Arcanjo São Miguel, de Gramado, realizada na noite de ontem, dia 13, os médicos decidiram manter a suspensão dos atendimentos eletivos pelo SUS que já dura 71 dias. Desde o dia 4 de setembro eles atendem somente urgências e emergências pelo SUS, além dos atendimentos privados e convênios. Desde então, mais de 200 consultas deixaram de ser realizadas como cirurgias eletivas (ginecologia, ortopedia e cirurgia geral) e consultas com cirurgião-geral para avaliação e pré-operatório.


A decisão pela manutenção da paralisação foi decidia com base na seguintes argumentos:
- os médicos não tiveram seus vencimentos atrasados pagos integralmente e sim parte deles. E estes atrasados foram parcelados em quatro vezes;
- o município não se comprometeu a cobrir o déficit mensal gerado por todos os setores do SUS. Eles calculam que o déficit mensal fique entre 220 e 250 mil reais;
- não há garantia contratual do valor de sobra da Câmara de Vereadores ser destinado integralmente aos custeio de cirurgia eletiva (material, equipamentos, serviço médico); A Câmara terá uma sobra de 500 mil reais em seu orçamento que deve ser devolvido à Prefeitura. Os vereadores pretendem destinar estes recursos preferencialmente à saúde e assistência social.


Segundo o diretor clínico do São Miguel, médico Élcio Starck Machado, os médicos vão manter a paralisação de procedimentos eletivos conforme decisão em assembleia anterior enquanto o SUS continuar deficitário no Hospital Arcanjo São Miguel.


O hospital está sob intervenção municipal desde janeiro do ano passado, quando a Prefeitura passou a administrar a casa de saúde, retirando do seu comando as religiosas da Associação Franciscana de Assistência a Saúde - Sefas, com sede em Santa Maria.


Jornal de Gramado
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS