Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Emílio Leobet, 1559, sala 21 - Bairro Avenida Central - Gramado/RS - CEP: 95670-000
Fones: (54) 3286.1666 - Fax: (54) 3286.4015

PUBLICIDADE
Atropelou

Alô Rússia, aí vamos nós!

Seleção brasileira goleia o Chile na despedida das Eliminatórias
10/10/2017 22:50 10/10/2017 22:50

Lucas Figueiredo/CBF
Neymar comemora com Gabriel Jesus, que marcou dois gols
Uma campanha irretocável e digna de muitos elogios. A seleção brasileira, do técnico Tite, encerrou na noite desta terça-feira sua participação nas Eliminatórias para a Copa da Rússia 2018. Contra o Chile, na Arena Palmeiras, o selecionado venceu por 3 a 0 em uma partida que começou pouco empolgante e que ganhou emoção no segundo tempo. Os gols brasileiros foram anotados por Paulinho e Gabriel Jesus (2x). Além de estar garantido no Mundial do ano que vem, o Brasil também conquistou o título simbólico da competição, tendo somado 41 pontos, dez a mais do que o Uruguai o segundo colocado da competição.

E os números brasileiros nas Eliminatórias realmente impressionam. Isso porque, se formos citar apenas a campanha sob comando de Tite, o Brasil também se classificaria na liderança – com Dunga no comando a seleção jogou seis partidas, tendo um desempenho de duas vitórias, três empates e uma derrota. Desde a chegada de Tite à seleção foram impressionantes 88,8% de aproveitamento, com uma campanha de dez vitórias e dois empates, tendo marcado 29 gols e sofrendo apenas três.

O jogo

Em uma partida que importava mais para o Chile – que acabou fora da Copa de 2018 – o Brasil ditou o ritmo. Começou devagar, mas ganhou intensidade no segundo tempo, quando construiu o placar final. O primeiro gol brasileiro veio logo aos 9min. Daniel Alves cobrou falta venenosa, o goleiro Bravo bateu roupa e Paulinho chegou para concluir. Dois minutos depois, a seleção ampliou. Coutinho lançou Neymar, que dominou e só rolou para Gabriel Jesus marcar. O último gol chegou aos 48min. O Chile foi todo para o ataque, inclusive com o goleiro Bravo em escanteio. Após a cobrança e confusão na área, a bola sobrou para Willian que lançou para Gabriel Jesus. O jovem ligou o turbo e entrou com bola e tudo. Agora, a Copa do Mundo nos espera. Até lá!

Brasil
Ederson; Daniel Alves, Miranda, Marquinhos e Alex Sandro; Casemiro; Philippe Coutinho (Roberto Firmino), Paulinho, Renato Augusto (Fernandinho) e Neymar (Willian); Gabriel Jesus Técnico: Tite.

Chile
Claudio Bravo; Mauricio Isla, Gary Medel, Gonzalo Jara e Beausejour; Aránguiz (Pulgar), Fuenzalida (Édson Puch), Pablo Hernández (Paredes) e Valdivia; Alexis Sánchez e Eduardo Vargas Técnico: Antônio Pizzi.


Jornal de Gramado
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS