Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Emílio Leobet, 1559, sala 21 - Bairro Avenida Central - Gramado/RS - CEP: 95670-000
Fones: (54) 3286.1666 - Fax: (54) 3286.4015

PUBLICIDADE
Caiu nas quartas

Gols no final eliminam o Grêmio da Primeira Liga

Time de transição tricolor foi valente, mas não resistiu à pressão dos donos da casa

Reprodução twitter
Jogo foi bastante disputado em Belo Horizonte e o Cruzeiro só marcou nos minutos finais
Uma semana depois do duelo pela Copa do Brasil, Grêmio e Cruzeiro voltaram a se encontrar no Mineirão, na noite desta quarta-feira, desta vez pelas quartas de final da Primeira Liga. E mais uma vez os mineiros levaram a melhor. Desta vez as equipes estavam descaracterizadas, já que a competição não é prioridade. O Grêmio foi com seu time de transição para encarar uma equipe mista do técnico Mano Menezes. Mesmo assim, os donos da casa tiveram trabalho e os gols da vitória de 2 a 0 só saíram no final do segundo tempo. Na semifinal a Raposa vai pegar o Londrina, que eliminou o Fluminense.

A expectativa era de que os donos da casa pressionassem a equipe de transição do Tricolor. E foi o que aconteceu, mas não com a força que a torcida mineira esperava. Até mesmo o técnico Mano Menezes mostrou certo descontentamento com o desempenho da sua equipe na etapa inicial. Mesmo assim, o time misto mineiro dominou as ações e levou perigo em duas conclusões de Arrascaeta, uma delas defendia pelo goleiro Léo, que fez algumas intervenções importantes. Uma das defesas foi em um chute de fora da área de Raniel. O time do Grêmio chegou bem no início da primeira etapa com Patrick, mas levou pouco perigo ao gol de Rafael.

Na etapa final, a pressão dos donos da casa aumentou. O goleiro gremista Léo seguiu tendo muito trabalho e segurando as investidas do Cruzeiro, que pressionava com Arrascaeta, Rafael Sobis e Raniel. Sem conseguir balançar as redes, o atacante Sassá entrou no jogo. E partiu dele a jogada do primeiro jogo, já aos 43min, quando tudo indicava que a decisão da vaga iria para os pênaltis. Ele se livrou de dois marcadores e levantou para Raniel, meio de bicicleta, marcar: 1 a 0. Ainda deu tempo para o Cruzeiro ampliar. Já nos descontos, aos 47min, mais uma vez Sassá fez a assistência, chutando cruzado para Arrascaeta desviar para definir o jogo e a classificação: 2 a 0. Agora, o Grêmio volta todas as suas atenções para o Brasileirão e a Copa Libertadores.

CRUZEIRO

Rafael; Lennon, Digão, Arthur (Murilo) e Bryan; Nonoca, Lucas Silva (Sassá), Robinho e Arrascaeta; Raniel e Rafael Sobis (Alisson). Técnico - Mano Menezes.

GRÊMIO

Léo; Leonardo, Rafael Thyere, Bruno Rodrigo e Conrado; Kaio, Machado, Esperon (Dionathã) e Patrick (Dudu); Jean Pyerre e Beto da Silva (Batista). Técnico - Felipe Endres.

DETALHES

Local - Estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG). Arbitragem - Paulo Roberto Alves Jr., auxiliado por Victor Hugo Imazu e Rafael Trombeta.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS