Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Emílio Leobet, 1559, sala 21 - Bairro Avenida Central - Gramado/RS - CEP: 95670-000
Fones: (54) 3286.1666 - Fax: (54) 3286.4015

PUBLICIDADE
Tecnologia
Sem risco

Maior asteroide vai passar perto da Terra nesta sexta-feira

Florence tem 4,4 quilômetros e não vai oferecer perigo, porque estará a 7 milhões de quilômetros

Reprodução
Foto de um asteroide do Sistema Solar. Um objeto deste tipo vai passar relativamente próximo à Terra no primeiro dia de setembro
O maior dos asteroides que estão sendo vigiados pela Nasa vai passar perto da Terra nesta sexta-feira (01/09). O Florence tem 4,4 quilômetros e cruzará pela nossa órbita a uma distância de 7 milhões de quilômetros. É muito longe e não oferece risco, mas é relativamente pouco em termos astronômicos. Esta distância representa aproximadamente um décimo da distância média da Terra para o planeta mais próximo e também é equivalente a 18 vezes a distância do nosso planeta à Lua.

Embora não ofereça risco nesta passagem, o Florence está na lista dos objetos próximos à Terra que são constantemente vigiados pelos astrônomos, porque eventualmente podem chegar perto demais. A Nasa inclusive divulgou que o Florence é o maior dos objetos com risco potencial.

Da nota da agência espacial norte-americana:

O Florence, um grande asteroide próximo da Terra, passará com segurança pela Terra em 1 de setembro de 2017, a uma distância de aproximadamente 4,4 milhões de milhas, (7,0 milhões de quilômetros, ou cerca de 18 distâncias Terra-Lua). Florence está entre os maiores asteroides próximos da Terra com vários quilômetros de tamanho. As medidas do telescópio espacial Spitzer da NASA e da missão NEOWISE indicam que tem cerca de 2,7 milhas (4,4 quilômetros) de tamanho.

"Enquanto muitos asteróides conhecidos passaram mais perto da Terra do que Florence no dia 1 de setembro, todos foram estimados menores", disse Paul Chodas, gerente do Centro de Estudos de Objetos da Terra (CNEOS) da NASA no Jet Propulsion Laboratory em Pasadena, Califórnia. "Florence é o maior asteroide a passar por nosso planeta tão perto desde que o programa da NASA para detectar e rastrear asteroides próximos da Terra começou".



Tecnologia

por André Moraes
andre.moraes@gruposinos.com.br

André Moraes é editor de Tecnologia do Jornal NH. Sua experiência profissional inclui o jornalismo de divulgação científica, publicações técnicas e reportagem de tecnologia.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS