Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Emílio Leobet, 1559, sala 21 - Bairro Avenida Central - Gramado/RS - CEP: 95670-000
Fones: (54) 3286.1666 - Fax: (54) 3286.4015

PUBLICIDADE
Operação Azkaban

PF desarticula quadrilha que fraudava auxílio-reclusão no RS, SC e PR

Pelo menos 500 pessoas receberam irregularmente mais de 2 milhões de reais da Previdência

A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta quinta-feira (13), uma operação para desarticular uma quadrilha especializada em fraudar o benefício de auxílio-reclusão, concedido pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Pelo menos 500 pessoas receberam irregularmente mais de 2 milhões de reais da Previdência.

Conforme a investigação da PF, o bando atuava nos Estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná. O grupo falsificava documentos públicos para gerar direito e sacar o benefício. Vinte oito pessoas foram identificadas por envolvimento no golpe. Na ação de hoje, chamada de Operação Azkaban, cerca de 40 policiais federais e três servidores da Coordenação-geral de Inteligência Previdenciária da Secretaria de Previdência cumpriram oito mandados de busca e apreensão e oito de condução coercitiva em Caxias do Sul e em Chapecó (SC).

Na quarta-feira (12), em outra operação da PF, um grupo nômade foi preso também por fraude no INSS. A quadrilha falsificava benefícios ao idoso e, assim como o bando desarticulado hoje, agia nos três Estados do Sul. A PF não confirmou se há relação entre os dois grupos criminosos. 


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS