Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Emílio Leobet, 1559, sala 21 - Bairro Avenida Central - Gramado/RS - CEP: 95670-000
Fones: (54) 3286.1666 - Fax: (54) 3286.4015

PUBLICIDADE
Internacional

22 mil pessoas protestam contra o G-20 na Alemanha

Ao menos 213 policiais ficaram feridos e 265 manifestantes foram presos até o momento

Christophe Gateau/AFP
Protestos em Hamburgo, na Alemanha, neste sábado (8)
Uma multidão de 22 mil pessoas se reuniu neste sábado (8) no centro de Hamburgo, na Alemanha, para um último protesto durante o encontro do G-20. O evento reúne líderes das 20 maiores potências mundiais e nos últimos dois dias foi marcado pela violência durante manifestações que opuseram extremistas de esquerda e a Polícia. 

A polícia de Hamburgo, que na última sexta-feira (7) teve que solicitar reforços urgentes de outras localidades alemãs, chegando ao número de 21 mil agentes nas ruas, disse acreditar que também haverá atos violentos no protesto deste sábado, realizado sob o lema “Solidariedade sem fronteiras em vez de G-20!”.

O prefeito de Nova York, Bill de Blasio, um dos principais críticos do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, deve discursar mais tarde durante o protesto, numa visita surpresa à Alemanha, em apoio à manifestações contra o G-20.

Ao menos 213 policiais ficaram feridos e 265 manifestantes foram presos até o momento, disse uma porta-voz da Polícia. Ainda não foram divulgados números oficiais sobre o número de manifestantes feridos. 


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS