Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Emílio Leobet, 1559, sala 21 - Bairro Avenida Central - Gramado/RS - CEP: 95670-000
Fones: (54) 3286.1666 - Fax: (54) 3286.4015

PUBLICIDADE
Tecnologia
Por algumas horas

Jeff Bezos virou o homem mais rico do mundo - por algumas horas

Empresário norte-americano de 53 anos desbancou Bill Gates no ranking da Forbes nesta quinta-feira (27/7) por algumas horas

Reprodução
Jeff Bezos é o fundador da Amazon, também responsável pelo lançamento do Kindle e fundador da empresa espacial Blue Origin
Durante algumas horas, o homem mais rico do planeta, conforme divulgado nesta quinta-feira (27/7) no ranking da Forbes, foi Jeff Bezos. O empresário norte-americano é o fundador do site de e-commerce Amazon, além de ter vários outros projetos paralelos ligados a tecnologia. A fortuna pessoal de Bezos foi estimada em 90,6 bilhões de dólares, 500 milhões de dólares a mais do que a de Gates, que era o topo do ranking. Esse cálculo feito pela Forbes deu a Bezos o título de homem mais rico do planeta – só que não durou muito. No final do dia, as bolsas norte-americanas reportaram uma queda nas ações da Amazon, por conta do desempenho inferior ao esperado. Com isso, a fortuna estimada de Bezos diminuiu e Bill Gates voltou a ocupar o topo do ranking.

Embora o ranking seja principalmente uma curiosidade, é interessante como ele aponta tendências de mercado. Bill Gates ficou rico no auge dos computadores pessoais, tendo pessoalmente desenvolvido uma linguagem de programação (Basic) e tendo criado o modelo de licenciamento de software que durante anos imperou no mercado eletrônico. Já Bezos tem um portfólio de negócios bem século 21. Ele apostou cedo na Amazon, uma livraria on-line que acabou se estabelecendo como um dos maiores negócios do planeta e que tem projetos paralelos como o leitor de e-book Kindle e um bem-sucedido marketplace no qual autores podem se autopublicar.

Além disso, Bezos apostou em uma empresa de tecnologia espacial. Ele fundou a Blue Origin, empresa de foguetes que licencia lançamentos para a Nasa e também está se preparando para levar turistas em órbita. A Blue Origin concorre com a SpaceX de Elon Musk.


Tecnologia

por André Moraes
andre.moraes@gruposinos.com.br

André Moraes é editor de Tecnologia do Jornal NH. Sua experiência profissional inclui o jornalismo de divulgação científica, publicações técnicas e reportagem de tecnologia.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS