Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Emílio Leobet, 1559, sala 21 - Bairro Avenida Central - Gramado/RS - CEP: 95670-000
Fones: (54) 3286.1666 - Fax: (54) 3286.4015

PUBLICIDADE
Economia

Agência autoriza reajuste de 5% nas tarifas da RGE

Os clientes de baixa tensão terão acréscimo médio de 5,77% no valor do kWh e os de alta tensão um reajuste médio de 3,81%

O aumento do custo de transmissão de energia elétrica resulta em elevação da tarifa praticada pela Rio Grande Energia (RGE). O Reajuste Tarifário Anual (RTA) foi aprovado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) nesta terça-feira, prevendo um efeito de aumento médio para o consumidor de cerca de 5%. O reajuste vale exclusivamente para os clientes da RGE, cuja área de abrangência inclui o Vale do Paranhana, Região das Hortênsias, Serra Gaúcha, planalto e região norte. Clientes da RGE Sul não sofrerão aumento de tarifas.

Os clientes de baixa tensão da distribuidora terão aumento médio de 5,77% no valor do kWh e os consumidores de alta tensão um reajuste médio de 3,81%. Especificamente para a classe residencial, o aumento será de 5,84%. Em média, as tarifas de energia elétrica aplicadas pela RGE ficarão 5% mais caras. Os índices passam a valer a partir de 19 de junho.

No ano passado os consumidores da mesma área tiveram redução na tarifa. Os clientes de baixa tensão da distribuidora, dentre eles os residenciais, tiveram desconto médio de 7,03% no valor do kWh e os consumidores de alta tensão um reajuste negativo médio de 8,21%. Em média, as tarifas de energia elétrica aplicadas pela RGE ficaram 7,51% mais baratas. 

O aumento do custo de transmissão de energia elétrica, decorrente do reconhecimento pela Aneel da remuneração sobre investimentos realizados pelas transmissoras antes de 2000, conforme previsto na Lei nº 12.783/13, compõe esse reajuste. Os custos gerenciáveis à distribuidora, que compreendem os custos de operação, manutenção e de capital, foram reajustados pela variação do IGP-M e mecanismo de compartilhamento de ganhos de produtividade com os consumidores, conforme previsto no contrato de concessão com o Estado.

MUNICÍPIOS DA REGIÃO ATENDIDOS PELA RGE

Alto Feliz

Canela

Feliz

Gramado

Igrejinha

Linha Nova

Nova Hartz

Nova Petrópolis

Parobé

Picada Café

Riozinho

Rolante

São Francisco de Paula

Taquara

Três Coroas

Vale Real


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS